Porto Alegre, domingo, 26 de julho de 2020.
Dia dos Avós.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
domingo, 26 de julho de 2020.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Fórmula 1

- Publicada em 03h02min, 19/09/2019. Atualizada em 03h00min, 19/09/2019.

Aos 34 anos, Hamilton diz que hoje tem mais 'mentalidade de equipe'

Pentacampeão volta às pistas no fim de semana, para o GP de Singapura

Pentacampeão volta às pistas no fim de semana, para o GP de Singapura


ANDREJ ISAKOVIC/AFP/JC
O britânico Lewis Hamilton acredita estar aprendendo com maturidade. Às vésperas do GP de Singapura, neste domingo, o pentacampeão mundial de Fórmula 1 disse, em entrevista ao site Motorsport.com, que já não se arrisca mais tanto na disputa de uma posição quanto quando era mais novo. Questionado sobre como enfrentar na pista os pilotos mais jovens, como o holandês Max Verstappen (RBR) e o monegasco Charles Leclerc (Ferarri), ele afirmou que, aos 34 anos, sua mentalidade hoje é muito mais de um "membro de equipe" do que era quando tinha seus 20 e poucos anos, pensando cada vez mais nos pontos do Mundial de Construtores.
O britânico Lewis Hamilton acredita estar aprendendo com maturidade. Às vésperas do GP de Singapura, neste domingo, o pentacampeão mundial de Fórmula 1 disse, em entrevista ao site Motorsport.com, que já não se arrisca mais tanto na disputa de uma posição quanto quando era mais novo. Questionado sobre como enfrentar na pista os pilotos mais jovens, como o holandês Max Verstappen (RBR) e o monegasco Charles Leclerc (Ferarri), ele afirmou que, aos 34 anos, sua mentalidade hoje é muito mais de um "membro de equipe" do que era quando tinha seus 20 e poucos anos, pensando cada vez mais nos pontos do Mundial de Construtores.
"Quando você está mais atrás (no campeonato), você se arrisca mais por uma posição, em vez de pensar no cenário completo. Quando você é mais novo, também se importa menos. Hoje em dia, penso mais no fato de que 2 mil pessoas fizeram o meu carro e confiam em mim para não ser egoísta e pensar de forma inteligente para não desperdiçar pontos de Construtores", declarou. "Conforme eu envelheci, virei mais um jogador de equipe, com um entendimento de que não dá para ganhar todas. Quando criança, você pensa: 'Não, eu preciso ganhar todas'. Hoje eu vejo que é um jogo grande, uma maratona e não prova de tiro curto. E eu não pensava isso com 21 ou 22 anos."
Com essa mentalidade, Hamilton hoje é o líder da temporada 2019, com 63 pontos de vantagem para o segundo lugar, Valtteri Bottas, seu companheiro de Mercedes. Enquanto o inglês tem 284 pontos, o finlandês tem 221. Verstappen soma 185, e Leclerc, 182. O GP de Singapura ocorre às 9h10min de domingo (horário de Brasília), no circuito de rua de Marina Bay.
 
Comentários CORRIGIR TEXTO