Porto Alegre, segunda-feira, 27 de julho de 2020.
Dia do Despachante.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
segunda-feira, 27 de julho de 2020.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

jogos olímpicos

- Publicada em 09h24min, 05/08/2019. Atualizada em 09h24min, 05/08/2019.

Venda de ingressos para a Olimpíada de Tóquio-2020 começa nesta segunda-feira

Cerimônia de abertura do evento, que terá como mascotes Miraitowa (L) and Someity, será em 24 de julho

Cerimônia de abertura do evento, que terá como mascotes Miraitowa (L) and Someity, será em 24 de julho


TOSHIFUMI KITAMURA/AFP/JC
Começa nesta segunda-feira (5), a partir das 10 horas (de Brasília), a venda oficial de ingressos para os brasileiros que pretendem ir ao Japão para assistir aos Jogos Olímpicos de Tóquio-2020. Serão mais de 20 mil bilhetes para todas as cerimônias e modalidades. A cerimônia de abertura do grande evento será no dia 24 de julho. A festa de encerramento está agendada para 9 de agosto.
Começa nesta segunda-feira (5), a partir das 10 horas (de Brasília), a venda oficial de ingressos para os brasileiros que pretendem ir ao Japão para assistir aos Jogos Olímpicos de Tóquio-2020. Serão mais de 20 mil bilhetes para todas as cerimônias e modalidades. A cerimônia de abertura do grande evento será no dia 24 de julho. A festa de encerramento está agendada para 9 de agosto.
Será estipulado o limite máximo de compra de 30 bilhetes por pessoa, observado os seguintes requisitos por sessão: dois entradas para a cerimônia de abertura e/ou encerramento, quatro para as sessões com entrega de medalhas e seis para as demais sessões.
A moeda de venda é o iene japonês e o calendário de comercialização dos ingressos encontra-se disponível para consulta no site do Comitê Organizador de Tóquio-2020.
As compras poderão ser feitas com os cartões de crédito autorizados pela MATCH Hospitality AG, sendo a VISA a bandeira oficial para os Jogos Olímpicos. O cartão deverá ter a funcionalidade de segurança 3-D ativa, limite disponível e estar habilitado para compra no exterior.
Além de Tóquio, outras 11 cidades abrigarão competições da Olimpíada de 2020: Yokohama (beisebol, softbol e futebol), Enoshima (vela), Izu (ciclismo), Fukushima (beisebol e softbol), Sapporo, Miyagi, Kashima e Saitama (todas sedes de disputas do futebol), Asaka (tiro), Tsurigasaki (surfe) e Chiba (tae kwon do e esgrima).
O Comitê Organizador informa que pode exigir a comprovação da residência no Brasil para vender os ingressos. E interessados em viajar ao Japão também poderão comprar pacotes turísticos, acomodações ou transporte - individuais ou corporativos - dos subdistribuidores oficiais da MATCH Hospitality AG. Detalhes, no entanto, serão anunciados em breve.
Restando pouco menos de um ano para o início do evento, metade das instalações já está concluída. Serão utilizados 43 espaços, sendo oito novos e permanentes, 25 já existentes e dez temporários.
No mês passado, por exemplo, o Kasai Canoe Slalom Center foi oficialmente inaugurado. O local vai sediar as competições de canoagem slalom e foi construído pelo Governo Metropolitano de Tóquio. É o primeiro curso de canoagem de slalom construído no Japão.
O Estádio Olímpico de Tóquio está 90% completo e programado para terminar em novembro. A arena sediará as cerimônias de abertura e encerramento, além de disputas de futebol e atletismo. Antes de agora ser reformado para esta edição dos Jogos, o estádio foi usado como principal espaço da Olimpíada de 1964, quando a capital japonesa também foi a sede do grande evento.
Comentários CORRIGIR TEXTO