Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, segunda-feira, 08 de julho de 2019.
Dia do Padeiro.

Jornal do Comércio

Esportes

COMENTAR | CORRIGIR

Futebol

08/07/2019 - 15h53min. Alterada em 08/07 às 15h53min

Neymar não se apresenta, e PSG diz que 'deplora' atitude do jogador

Incidente ocorre em meio a especulações sobre a saída do Neymar do PSG

Incidente ocorre em meio a especulações sobre a saída do Neymar do PSG


BENJAMIN CREMEL/AFP/JC
Folhapress
O Paris Saint-Germain (PSG) divulgou uma nota nesta segunda-feira (8) em que afirma que o atacante brasileiro Neymar não se reapresentou ao clube após viajar ao Brasil para assistir à final da Copa América entre Brasil e Peru.
O Paris Saint-Germain (PSG) divulgou uma nota nesta segunda-feira (8) em que afirma que o atacante brasileiro Neymar não se reapresentou ao clube após viajar ao Brasil para assistir à final da Copa América entre Brasil e Peru.
"O Paris Saint-Germain constatou que o jogador Neymar Jr. não apareceu na hora e no local combinados, sem ter sido previamente autorizado pelo clube. O Paris Saint-Germain deplora esta situação e tomará as medidas apropriadas resultantes dela", diz o comunicado.
Neymar informou, por meio de sua assessoria de imprensa, que ele cumpre compromissos comerciais e que se apresentará ao clube francês no dia 15 de julho. O estafe do jogador disse esses eventos estavam agendados há meses e que foram informados ao clube francês.
O incidente ocorre em meio a especulações sobre sua saída do PSG.Em entrevista à revista France Football no início de junho, o presidente do clubeNasser al-Khelaifi disse que "aqueles que não querem ou não entendem [o projeto do clube], vamos nos encontrar e conversar."
"Ninguém o forçou a assinar aqui. Ninguém o empurrou. Ele veio sabendo que se juntaria a um projeto", disse o dirigente, se referindo ao atacante brasileiro.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia