Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, sábado, 15 de junho de 2019.

Jornal do Comércio

Esportes

CORRIGIR

copa do mundo feminina

15/06/2019 - 20h53min. Alterada em 15/06 às 21h16min

Canadá bate Nova Zelândia e avança às oitavas do Mundial junto com a Holanda

Canadenses comemoram vitória contra as neo-zelandesas

Canadenses comemoram vitória contra as neo-zelandesas


JEAN-PIERRE CLATOT/AFP/JC
Estadão Conteúdo
No último jogo do dia pelo Mundial Feminino de Futebol, o Canadá venceu a Nova Zelândia por 2 a 0, neste sábado, em Grenoble, na França, e assegurou classificação às oitavas de final da competição. Com o resultado, a equipe canadense se garantiu na vice-liderança do Grupo E do torneio, que horas mais cedo também contou com a Holanda batendo Camarões por 3 a 1, em Valenciennes, e também avançando à próxima fase.
Pelo melhor saldo de gols, as holandesas figuram na ponta da chave, com seis pontos, mesma pontuação das canadenses. Na próxima quinta-feira, em Reims, as seleções dos dois países se enfrentarão no confronto que valerá a ponta no fechamento deste Grupo E. No mesmo dia, neozelandesas e camaronenses, ainda sem pontuar, medirão forças em Montpellier.
No jogo realizado neste sábado em Grenoble, o Canadá abriu o placar aos 3 minutos do segundo tempo, quando Jessie Fleming completou um cruzamento da esquerda e bateu rasteiro no canto esquerdo da goleira adversária. Depois, aos 34, Nichelle Prince garantiu o 2 a 0 ao aproveitar o rebote de uma bola cabeceada por Christine Sinclair.
Já na primeira partida do dia pelo Mundial, a Holanda fez 1 a 0 sobre Camarões aos 41 minutos do primeiro tempo, com um gol de Vivianne Miedema. Logo em seguida, porém, a seleção africana empatou aos 43 com Gabrielle Aboudi Onguene balançando as redes
Na etapa final do confronto, Dominique Bloodworth colocou as holandeses novamente na frente ao marcar aos 3 minutos. E aos 40, Vivianne Miedema fez o seu segundo gol no jogo para selar o 3 a 1 no placar.
As disputas do Mundial Feminino seguem neste domingo com mais duas partidas, ambas válidas pelo Grupo F. Destaque para o jogo envolvendo a seleção norte-americana, atual campeã do mundo, que enfrenta o Chile no estádio Parque dos Príncipes, em Paris, às 13 horas (de Brasília). Um pouco mais cedo, às 10h, o confronto Suécia x Tailândia, em Nice, abre a segunda rodada desta chave.
Na abertura deste grupo, os Estados Unidos protagonizaram a maior goleada da história dos Mundiais, masculino e feminino, ao massacrarem as tailandesas por 13 a 0, em Reims. Já as suecas derrotaram as chilenas por 2 a 0, em Rennes.
Canadá 2 x 0 Nova Zelândia
Stephanie Labbe; Ashley Lawrence, Shelina Zadorsky, Kadeisha Buchanan e Jayde Riviere (Allysha Chapman); Janine Beckie (Rebecca Quinn), Sophie Schmidt, DEsiree Scott e Nichelle Prince (Adriana Leon); Jessie Fleming e Christine Sinclair. Técnico: Kenneth Heiner-Moller.
Erin Nayler; C.J. Bott (Annalie Longo), Rebekah Stott, Abby Erceg e Ali Riley; Olivia Chance, Ria Percival, Katie Bowen e Betsy Hassett (Emma Kete); Sarah Gregorius (Anna Green) e Rosie White. Técnica: Tom Sermanni.
Árbitro: Yoshimi Yamashita (Fifa/JAP).
Holanda 3 x 1 Camarões
Sari van Veenendaal; Kika van Es (Merel van Dongen), Anouk Dekker, Dominique Bloodworth e DEsiree van Lunteren; Jakie Groenen, Danielle van de Donk (Jill Roord) e Sherida Spitse; Lieke Martens, Shanice van de Sanden (Merel van Dongen) e Vivianne Miedema. Técnica: Sarina Wiegman.
Annette Ngo Ndom; Christine Manie, Raissa Feudjio, Yvonne Leuko, Estelle Johnson e Claudine Meffometou; Michaela Abam (Ajara Nchout), Jeannette Yango, Genevieve Ngo Mbeleck (Charlene Meyong) e Gabrielle Aboudi Onguene; Gaelle Enganamouit (Henriette Akaba). Técnica: Alain Djeumfa.
Árbitro: Casey Reibelt (Fifa/AUS).
CORRIGIR