Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, segunda-feira, 10 de junho de 2019.
Dia da Língua Portuguesa.

Jornal do Comércio

Esportes

CORRIGIR

copa do mundo feminina

10/06/2019 - 19h09min. Alterada em 10/06 às 19h21min

Zagueira Buchanan anota o único gol no jogo entre Canadá e Camarões

Canada's defender Kadeisha Buchanan (L) celebrates after scoring a goal during the France 2019 Women's World Cup Group E football match between Canada and Cameroon, on June 10, 2019, at the Mosson Stadium in Montpellier, southern France. (Photo by Pascal GUYOT / AFP)

Canada's defender Kadeisha Buchanan (L) celebrates after scoring a goal during the France 2019 Women's World Cup Group E football match between Canada and Cameroon, on June 10, 2019, at the Mosson Stadium in Montpellier, southern France. (Photo by Pascal GUYOT / AFP)


PASCAL GUYOT/AFP/JC
Agência Brasil
Um duelo da melhor técnica canadense contra a força física das camaronesas foi visto em Montpellier, nesta segunda-feira (10). O Canadá fazia tabelas, tocava muito a bola e passava sempre para a atacante Sinclair finalizar. Camarões abusava dos lançamentos longos, chutões que poderiam dar certo num contra-ataque.
Porém, a principal arma canadense foi utilizada no final do 1º tempo: os escanteios bem batidos. A zaga camaronesa subia mal e foi assim que a zagueira Buchanan, no último minuto, testou para as redes da goleira N´Dom: 1 a 0.
O gol fez jus a maior posse de bola das canadenses, que chegaram a ficar com 69%. Índice que mostra a imensa vantagem técnica do time da América do Norte.
No 2º tempo, a partida decaiu em emoções. Camarões conseguiu uma maior organização e chegou a levar perigo com uma cabeçada de Meffometou, que passou rente à trave da goleira Labbé. Foi pouco para uma equipe que precisava empatar. O Canadá, então, sem correr perigo, administrou o resultado magro para iniciar o Grupo E com três pontos, e ainda teve chances para ampliar a contagem no finalzinho, sempre em cobranças de escanteio.
Canadá 1 x 0 Camarões
Stephanie Labbe; Allysha Chapman, Shelina Zadorski, Kadeisha Buchanan e Ashley Lawrence; Sophie Schmidt, Desiree Scott, Janine Beckie e Nichelle Prince (Deane Rose); Jessie Fleming e Christine Sinclair. Técnico: Kenneth Heiner-Moller.
Annette Ngo Ndom; Christine Manie, Yvonne Leuko, Aurelle Awona, Estelle Johnson e Claudine Meffometou; Raissa Feudjio, Jeannette Yango (Charlene Meyong), Ajara Nchout (Henriette Akaba) e Gabrielle Aboudi Onguene; Marlyse Ngo Ndoumbouk (Gaelle Enganamouit). Técnico: Alain Djeufma.
Árbitro: Ri Hyang Ok (Fifa/PRK).
CORRIGIR