Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, sexta-feira, 17 de maio de 2019.
Dia Internacional contra a Homofobia. Dia Mundial da Internet.

Jornal do Comércio

Esportes

COMENTAR | CORRIGIR

Campeonato Brasileiro

17/05/2019 - 19h14min. Alterada em 17/05 às 19h14min

Grêmio é multado em R$ 30 mil por caso de injúria racial a colombiano do Fluminense

O Grêmio foi multado em R$ 30 mil pelo episódio de injúria racial contra Yony González, atacante do Fluminense, em jogo válido pela terceira rodada do Brasileirão, na Arena do Grêmio, ocorrido no dia 5 de maio. A decisão foi proferida nesta sexta-feira (17), em sessão na Quinta Comissão do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), no Rio de Janeiro. Tanto a Procuradoria e Grêmio pretendem recorrer da decisão, que pode ir ao Pleno do STJD.
Auditores e a mesa da Quinta Comissão afastaram o parágrafo do artigo 243-G que versava sobre a possibilidade de perda de mando de campo. A punição ao Grêmio não foi unânime. Rodrigo Moraes Mendonça Barroso, auditor presidente da Quinta Comissão Disciplinar do Tribunal, votou pela absolvição do clube. O relator do caso votou pela multa de R$ 30 mil.
O artigo em que o clube foi enquadrado previa multa de R$ 100 a R$ 100 mil ao clube, além de proibição aos torcedores identificados. O Grêmio afirmou ao Tribunal que não conseguiu identificar nenhum responsável pela injúria. A denúncia e punição foram sustentadas pelo vídeo da Flu TV, divulgado um dia depois da vitória carioca por 5 a 4.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia