Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, sexta-feira, 03 de maio de 2019.
Dia Mundial da Liberdade de Imprensa.

Jornal do Comércio

Esportes

COMENTAR | CORRIGIR

campeonato brasileiro

03/05/2019 - 19h09min. Alterada em 03/05 às 19h09min

Felipão deve promover o retorno dos titulares contra o Internacional

Estadão Conteúdo
O Palmeiras deve ter o retorno dos principais jogadores para a partida deste sábado contra o Internacional, no Allianz Parque, pelo Campeonato Brasileiro. Depois de escalar uma formação alternativa na última quarta-feira, contra a CSA, o técnico Luiz Felipe Scolari deve mandar a campo a força máxima, como indicou nesta sexta-feira, durante o último treino do time antes do compromisso.
No aquecimento, que foi aberto à imprensa, o elenco trabalhou completo na Academia de Futebol, à exceção somente dos atacantes Willian e Ricardo Goulart, que se recuperam de lesões no joelho. O colombiano Borja, que não foi relacionado para o jogo com o CSA por estar com dores no joelho esquerdo, participou da atividade e deve ficar à disposição para a partida.
A tendência é o time ser escalado com: Weverton; Marcos Rocha, Luan, Gómez e Diogo Barbosa; Felipe Melo, Bruno Henrique e Zé Rafael; Gustavo Scarpa, Dudu e Deyverson (Arthur Cabral). Grande parte desses titulares devem jogar também na partida seguinte do Palmeiras, na quarta-feira, contra o San Lorenzo, no Allianz Parque, pela última rodada da fase de grupos da Copa Libertadores.
Assim como a partida de estreia do Palmeiras, contra o Fortaleza, a partida contra o Inter terá transmissão pelo canal de TV fechada TNT. Os dois clubes fecharam acordo com a empresa pelos direitos de transmissão do Campeonato Brasileiro de 2019 a 2024.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia