Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, sábado, 27 de abril de 2019.

Jornal do Comércio

Esportes

COMENTAR | CORRIGIR

fórmula 1

Alterada em 27/04 às 13h53min

Bottas surpreende no final e conquista a pole no GP do Azerbaijão; Leclerc bate

Mercedes' Finnish driver Valtteri Bottas steers his car during the third practice session ahead of the Formula One Azerbaijan Grand Prix in Baku on April 27, 2019. (Photo by Alexander NEMENOV / AFP)

Mercedes' Finnish driver Valtteri Bottas steers his car during the third practice session ahead of the Formula One Azerbaijan Grand Prix in Baku on April 27, 2019. (Photo by Alexander NEMENOV / AFP)


ALEXANDER NEMENOV/AFP/JC
Estadão Conteúdo
Em um treino longo, com duas batidas, pausas e repleto de emoção, o finlandês Valtteri Bottas surpreendeu e conquistou a pole para o GP do Azerbaijão neste sábado. O piloto da Mercedes esperou os últimos segundos para marcar o tempo de 1min40s495 e roubar o primeiro lugar do seu companheiro Lewis Hamilton, que chegou em segundo, dando, assim, a dobradinha à Mercedes para a corrida em Baku.
Foi a sétima pole da carreira de Bottas e a segunda vez seguida que largará em primeiro do grid nesta temporada. "A nossa chance era pequena, mas fizemos um ótimo trabalho", celebrou Bottas após o final do treino classificatório. Sebastian Vettel, 0s3 mais lento que os carros da Mercedes, colocou a Ferrari na terceira posição.
Grande favorito à pole, Charles Leclerc, da Ferrari, que liderou o terceiro e último treino livre no começo da manhã, sofreu um acidente no Q2 e desperdiçou a chance de largar na frente em busca de seu primeiro triunfo na Fórmula 1. Muito irritado com o erro, o jovem piloto monegasco, apesar da batida, conseguiu um posto razoável: largará em décimo.
O holandês da Red Bull Max Verstappen, líder do Q2, encerrou a atividade classificatória em quarto, seguido do mexicano Sergio Pérez, o quinto. Destaque nos treinos livres, o russo Danill Kvyat, da Toro Rosso, foi o sexto, logo à frente do jovem britânico Lando Norris, da McLaren, que apareceu em sétimo.
O italiano Antonio Giovinazzi superou o companheiro da equipe Alfa Romeo Kimi Raikkonen e largará em oitavo, um posto à frente do finlandês.
Além de Leclerc, quem também bateu foi o polonês Robert Kubica, ainda no Q1. O piloto da Williams atingiu de frente a barreira de proteção e largará na última colocação. Vítima de um acidente grave em uma corrida de rali na Itália em 2011, Kubica voltou a correr oficialmente na Fórmula 1 neste ano. Ele tem o volante de seu carro adaptado, em razão das sequelas do acidente de nove anos atrás que quase o fez ter o braço direito amputado e deixou a mão direita com pouca sensibilidade.
O treino classificatório teve duas paralisações para que a organização da prova consertasse a barreira destruída nas batidas de Kubica e Leclerc, na subida do castelo, e terminou mais tarde do que o esperado. A largada do GP do Azerbaijão, a quarta corrida da temporada, será às 9h10 (de Brasília) deste domingo.
Confira o grid de largada do GP do Azerbaijão:
1.º - Valtteri Bottas (FIN/Mercedes) - 1min40s495
2.º - Lewis Hamilton (ING/Mercedes) - 1min40s554
3.º - Sebastian Vettel (ALE/Ferrari) - 1min40s797
4.º - Max Verstappen (HOL/Red Bull) - 1min41s069
5.º - Sergio Pérez (MEX/Racing Point) - 1min41s593
6.º - Daniil Kvyat (RUS/Toro Rosso) - 1min41s681
7.º - Lando Norris (ING/McLaren) - 1min41s886
8.º - Antonio Giovinazzi (ITA/Alfa Romeo) - 1min42s424
9.º - Kimi Raikkonen (FIN/Alfa Romeo) - 1min43s068
10.º - Charles Leclerc (MON/Ferrari) - sem tempo no Q3
11.º - Carlos Sainz (ESP/McLaren) - 1min42s398
12.º - Daniel Ricciardo (AUS/Renault)- 1min42s477
13.º - Alexander Albon (TAI/Toro Rosso) - 1min42s494
14.º - Kevin Magnussen (DIN/Haas) - 1min42s699
15.º - Pierre Gasly (FRA/Red Bull) - sem tempo no Q2
16.º - Lance Stroll (CAN/Racing Point) - 1min42s630
17.º - Romain Grosjean (FRA/Haas) - 1min43s407
18.º - Nico Hülkenberg (ALE/Renault) - 1min43s427
19.º - George Russell (ING/Williams) - 1min45s062
20.º - Robert Kubica (POL/Williams) - 1min45s455.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia