Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, terça-feira, 23 de abril de 2019.
Dia Mundial do Livro. Dia Mundial do Escoteiro.

Jornal do Comércio

Esportes

COMENTAR | CORRIGIR

Libertadores

23/04/2019 - 21h10min. Alterada em 23/04 às 21h20min

Liberadores: Grêmio vence Libertad por 2 a 0 e encaminha classificação

Atacante do Grêmio Éverton marcou os dois gols da partida

Atacante do Grêmio Éverton marcou os dois gols da partida


LUCAS UEBEL/GRÊMIO FBPA/JC
O Grêmio não só está vivo, como está com a vaga nas oitavas de final da Libertadores da América nas mãos. Com a vitória por 2 a 0 sobre o Libertad na noite de ontem, em Assunção, os gaúchos só dependem de si para avançar na competição.
Um primeiro tempo como se feito sob encomenda: assim foram os 45 minutos iniciais no estádio Defensores del Chaco. Segura e impetuosa, a atuação gremista no Paraguai em nada lembrou as anteriores na Libertadores deste ano.
O time de Renato Portaluppi controlou as ações desde o começo do jogo e mostrou aos donos da casa que não estava ali só para buscar um empate. E, para conquistar os três pontos, contou com muita movimentação de seus homens do meio e do ataque. Somado a isso, a característica troca de passes esteve de volta, o que, opor diversas vezes, envolveu o Libertad.
Assim, o Tricolor empilhou chegadas ao ataque. Aos 25 minutos, Após boa triangulação pela direita, Leonardo Gomes cruzou e Everton encaixou um voleio, mas a bola passou sobre o gol de Martin Silva. Dois minutos depois, o mesmo Everton compensou o erro anterior e marcou um golaço. O atacante recebeu na entrada da área passe de Alisson, entortou o defensor com dois cortes secos, e finalizou forte e alto para fazer o 1 a 0. Logo na sequência, aos 30, Jean Pyerre obrigou o goleiro paraguaio a fazer nova boa defesa para impedir o segundo gol gaúcho.
A etapa final foi bem diferente. Mais recuado, o Grêmio chamou o Libertad para seu campo defensivo e, assim, correu risco sério de sofrer o empate. A estratégia era clara: apostar nos contra-ataques, principalmente por meio da velocidade de Everton.
Ainda que jogando mais atrás, foram dos gaúchos as melhores chances. Aos 25, Jean Pyerre fez grande jogada individual pela direita, passou por dois adversários e tocou por cima da goleiro, mas a bola, caprichosamente, parou no travessão. Aos 30, foi Diego tardelli, que entrara no lugar de André, quem recebeu bola longa de Paulo Victor e bateu para boa defesa de Martin Silva.
Sem conseguir ampliar, o castigo quase veio aos 36 minutos. Recalde recebeu na área e Paulo Victor fez um milagre para evitar a igualdade. Dois minutos depois, porém, veio o desafogo. E isso só poderia ocorrer pelos pés de um jogador. Everton recebeu pela direita de ataque, avançou, passou por dois defensores e encheu o pé para fazer 2 a 0.
Agora, o Grêmio seca os chilenos da Universidad Católica hoje, às 19h15min, no duelo contra o Rosario Central, na Argentina. Independentemente do resultado desta noite, porém, o tricampeão da América joga por si mesmo, precisando de uma vitória simples em casa para garantir a vaga nas oitavas de final.
Libertad 0 x 2 Grêmio
Martín Silva; Iván Piris, Luis Cardozo, Canale e Espinoza; Ángel Cardozo (Recalde), Meíja, Riveros (Alan Benítez), Bareiro e Edgar Benítez (Adrián Martínez); Óscar Cardozo. Técnico: José Chamot.
Paulo Victor; Leonardo, Pedro Geromel, Kannemann e Bruno Cortez; Maicon (Michel), Matheus Henrique e Jean Pyerre; Alisson (Pepê), André (Diego Tardelli) e Everton. Técnico: Renato Portaluppi.
Árbitro: Alexis Herrera (VEN).
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia