Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, segunda-feira, 15 de abril de 2019.
Dia Nacional da Conservação do Solo. Dia Mundial do Desenhista.

Jornal do Comércio

Esportes

COMENTAR | CORRIGIR

campeonato gaúcho

Alterada em 15/04 às 19h38min

Edenilson dá uma cutucada em Portaluppi: 'Ele gosta de dar o show dele'

Estadão Conteúdo
O volante Edenilson colocou mais um ingrediente para o Gre-Nal decisivo do Campeonato Gaúcho, nesta quarta-feira, às 21h30, na Arena Grêmio, em Porto Alegre, ao comentar nesta segunda o incidente que envolveu o técnico Renato Portaluppi e o zagueiro Victor Cuesta, do Internacional, no final do primeiro tempo do duelo do último domingo, no estádio Beira-Rio.
"A gente sabe que ele (Renato Portaluppi) gosta de dar o show dele. Acho que ele esquece que não joga mais. Quer estar dentro de campo. Temos que estar preocupados dentro de campo, com jogadores, não com o treinador deles. Mas tem que ser o mesmo critério para todos. Independentemente de ser o Renato ou o Odair (Hellmann), que está começando agora. O treinador tem que dar exemplo", disse Edenilson.
Ao fazer uma análise da partida, Edenilson afirmou que ficou a frustração por não ter conseguido uma vitória. "Ficou gostinho de que dava para ter ganho. Ficou aberto. Foi jogo de muitas chances, mas tivemos mais oportunidades claras. É trabalhar, que quarta tem de novo. A gente tem que jogar como a gente joga em casa".
O volante aposta na experiência do time colorado. "Temos totais condições de irmos na Arena e vencer. É uma equipe madura, sabemos que temos condições de sairmos com o título", afirmou o atleta.
Sob o comando do técnico Odair Hellmann, o time do Internacional volta aos treinos nesta terça-feira à tarde. Será o último antes do Grenal de número 420. O time que vencer a partida fica com a taça do Gauchão. Um novo empate, independentemente do número de gols marcados, leva a decisão aos pênaltis.
O Internacional soma 45 títulos gaúchos e 21 vice-campeonatos, enquanto que o Grêmio acumula 37 taças e 27 segundos lugares. Nas últimas 10 vezes em que os dois rivais do Rio Grande do Sul se enfrentaram em uma decisão, cada time se sagrou campeão estadual cinco vezes.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia