Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, sábado, 23 de março de 2019.
Dia Mundial do Meteorologista.

Jornal do Comércio

Esportes

COMENTAR | CORRIGIR

basquete

23/03/2019 - 18h19min. Alterada em 23/03 às 18h28min

LeBron admite que eliminação antes dos playoffs é frustrante: 'Temporada difícil'

James se sente frustrado por eliminação precoce da equipe de Los Angeles

James se sente frustrado por eliminação precoce da equipe de Los Angeles


MADDIE MEYER/GETTY IMAGES/AFP/JC
Estadão Conteúdo
Contratado pelo Los Angeles Lakers meses antes do início da atual temporada, LeBron James comentou a eliminação sofrida pela equipe, que já não tem chance de conquistar uma vaga nos playoffs após a derrota sofrida na rodada de sexta-feira, por 111 a 106 para o Brooklyn Nets, em casa. O astro não fica de fora do mata-mata da NBA desde o segundo ano dele na liga de basquete dos Estados Unidos, em 2005.
"Da minha parte, eu sigo me esforçando, sigo me preparando mentalmente. Claro que foi uma temporada difícil para todos nós. Não foi para isso que nos alistamos. Mas, durante o ano, situações acontecem. Suspensões, lesões e coisas dessa natureza. Não conseguimos jogar um basquete de alto nível por 48 minutos. Não existe promessa de se garantir nos playoffs. Vou continuar trabalhando", disse LeBron após a partida.
Antes de assinar por quatro temporadas com o Los Angeles Lakers, LeBron havia participado das últimas oito finais da NBA, quatro vezes pelo Miami Heat, com dois títulos, e quatro pelo Cleveland Cavaliers, onde foi campeão uma vez. Sobre a possibilidade de ser poupado nas 10 partidas restantes, o ala disse que prefere entrar em quadra.
"Claro que, agora que estamos oficialmente eliminados, vou ter uma conversa com a comissão técnica e meu treinador pessoal. Mas eu amo jogar. Eu já vou ter de ficar inativo por cinco meses. Se tudo der certo, vou participar o máximo de vezes possível", afirmou LeBron, finalista nove vezes na carreira, a primeira delas pelos Cavaliers, na temporada 2006/2007.
Os Lakers estavam na quarta posição na Conferência Oeste quando LeBron sofreu uma lesão na virilha, no último Natal. Sem o ala por 18 partidas, o time despencou na tabela de classificação e nem o retorno do jogador melhorou a situação. O desempenho piorou depois de a tentativa de trocar os jovens atletas do elenco por Anthony Davis, ideia que partiu da direção da franquia californiana, chefiada pelo ídolo Magic Johnson, mas recusada pelo New Orleans Pelicans, com quem o ala-pivô tem contrato.
A culpa da tensão no vestiário recaiu também sobre LeBron, uma vez que foi Rich Paul, o empresário do jogador e de Davis, que vazou o interesse de o ala-pivô se transferir para os Lakers, o que desagradou os Pelicans.
O mau desempenho da equipe californiana põe em dúvida a manutenção do técnico Luke Walton no cargo. São 31 vitórias e 41 derrotas na atual temporada, suficiente para o time ocupar o 11 º lugar. O oitavo colocado, portanto o último entre os que estão se classificando para os playoffs, é o San Antonio Spurs, com 42 triunfos e 31 reveses.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia