Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quinta-feira, 14 de março de 2019.
Dia Nacional da Poesia. Dia do Vendedor de Livros.

Jornal do Comércio

Esportes

CORRIGIR
Alterada em 13/03 às 01h00min

Clássico vira oportunidade para Grêmio dar resposta à torcida

A derrota por 1 a 0 para o Libertad, terça-feira, na Arena, pela Libertadores, deixou o Grêmio em uma situação delicada no Grupo H da Libertadores da América. No entanto, há pouco tempo para lamentações, já que no domingo, às 19h, pelo Campeonato Gaúcho, o Tricolor recebe seu maior rival. Em situação tranquila no estadual, a equipe precisa de apenas um ponto para confirmar a liderança da primeira fase. No entanto, o Grenal é uma oportunidade de dar uma resposta imediata à torcida, desconfiada após o baixo rendimento neste início de Libertadores. Em duas partidas, a equipe somou apenas um ponto.

"Os cálculos são sempre os mesmos nesta fase de grupos. Onze pontos praticamente garantem (a classificação). Já houve clubes que se classificaram com nove. Se vencermos o Grenal, o torcedor ficará mais motivado ainda porque é um clássico", acredita o vice de futebol Duda Kroeff.

Já Renato Portaluppi preferiu não supervalorizar o clássico na, considerando-o apenas "mais um jogo, que vale três pontos". "O Inter, como qualquer adversário, terá o nosso respeito. Quem ganha há dois anos e meio aqui é o Grêmio. Respeitamos, mas jogamos como sempre", alfinetou o treinador.

A reapresentação do grupo, ontem à tarde, foi marcada por conversas e mobilização após o tropeço diante dos paraguaios. O time reserva realizou um trabalho coletivo com a presença de Diego Tardelli, que marcou um gol na atividade. O camisa 9, que fez sua estreia contra o São José, e depois entrou no segundo tempo da partida de terça-feira, falou sobre a expectativa em relação ao clássico. "Vai ser especial por ser o primeiro (Grenal de Tardelli), já joguei vários clássicos, em São Paulo contra o Corinthians, contra o Cruzeiro, mas esse é especial. Todo mundo fala que é dos maiores do futebol brasileiro. Estou bastante ansioso, espero que possa vencer", afirmou.

Recuperado de uma ruptura do tendão no joelho direito, o meia-atacante Alisson também participou do trabalho, inclusive fazendo gol, dando um passo importante para o seu retorno aos gramados.

Os titulares permaneceram no vestiário para fazer recuperação física. O elenco volta a trabalhar Hoje à tarde, no CT Luiz Carvalho.

CORRIGIR
Seja o primeiro a comentar esta notícia