Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, domingo, 10 de março de 2019.
Dia do Telefone.

Jornal do Comércio

Esportes

COMENTAR | CORRIGIR

automobilismo

10/03/2019 - 17h08min. Alterada em 10/03 às 17h08min

Bird sofre punição na Fórmula E e Mortara herda vitória em Hong Kong

Estadão Conteúdo
O piloto suíço Edoardo Mortara, da Venturi, herdou a vitória de Sam Bird na etapa de Hong Kong da Fórmula E. O piloto britânico terminou a corrida em primeiro, mas foi penalizado com cinco segundos no tempo final dele, depois de a organização da prova considerá-lo culpado por acidente que tirou Andre Lotterer da briga pela ponta.
O piloto da Virgin perseguiu Andre Lotterer durante toda a prova Na parte final da corrida, o inglês encostou no alemão, furando o pneu da Techeetah. O carro parou e abriu caminho para a vitória de Bird.
Essa foi o primeiro triunfo de Mortara na Fórmula E, o quinto de um piloto diferente em cinco corridas disputadas na atual temporada. Por causa dos cinco segundos de punição sofridos, Bird caiu para o sexto lugar na classificação final. Lucas Di Grassi foi promovido para o segundo lugar e Felipe Massa para a quinta posição.
A Virgin apelou da punição, mas a equipe vai ter de aguardar o trâmite da corte da apelação. Bird vai aos 54 pontos e lidera a classificação. Jérôme d'Ambrosio, que sodreu um abandono em Hong Kong, para nos 53 e fica com o segundo lugar. Com 52, Di Grassi fica com o terceiro posto. Mortara surge em quarto, com 52, e António Félix da Costa cai para o quinto, com 47. Com 14, Massa é o 14º. Piquet tem um ponto e é o 20º. Nasr ainda não pontuou.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia