Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, terça-feira, 12 de fevereiro de 2019.

Jornal do Comércio

Esportes

COMENTAR | CORRIGIR

Inter

Alterada em 12/02 às 19h36min

TJD-RS denuncia envolvidos em briga e Nico López pode pegar 12 jogos de suspensão

López anotou um dos tentos do Internacional em Caxias do Sul

López anotou um dos tentos do Internacional em Caxias do Sul


RICARDO DUARTE/DIVULGAÇÃO/INTER/JC
Estadão Conteúdo
O Internacional pode perder o atacante Nico López por um bom tempo. Nesta terça-feira, a Procuradoria do Tribunal de Justiça Desportiva (TJD-RS) apresentou uma denúncia aos envolvidos na confusão do final do primeiro tempo da vitória do Internacional por 2 a 1 sobre o Juventude, no último domingo, em Caxias do Sul (RS), pela sexta rodada do Campeonato Gaúcho.
Expulsos pelo árbitro Vinícius Amaral, o jogador uruguaio do Internacional e o zagueiro Victor Sallinas, do Juventude, foram denunciados por agressão física e ambos podem pegar até 12 jogos de suspensão. O técnico Luiz Carlos Winck e seu auxiliar, José Carlos Marquês da Silva, do time mandante, foram enquadrados por atitudes antidesportivas. Os dois clubes também responderão pelo tumulto, por não ter sido possível identificar todos os envolvidos.
Na súmula do jogo, o árbitro relatou que Luiz Carlos Winck foi o responsável por iniciar a confusão. Assim, o atacante William Pottker, do Internacional, ficou não só absolvido de cartão amarelo, como de qualquer denúncia no tribunal.
A confusão teve início nos minutos finais do primeiro tempo. O goleiro Marcelo Carné correu até a linha lateral, mas não conseguiu evitar a saída da bola. William Pottker tentou repor rapidamente a bola em jogo e esbarrou em Luiz Carlos Winck, que havia tocado a bola para o lado. Foi o suficiente para deixar revoltados os reservas do Juventude, que logo partiram para cima do atacante colorado e deram início a uma confusão generalizada. No tumulto, Nico López e Sallinas trocaram agressões.
Depois da folga na segunda-feira, os jogadores do Internacional se reapresentaram nesta terça no CT do Parque Gigante, em Porto Alegre. Os reservas, reforçados pelo meia argentino D'Alessandro, venceram o São Paulo-RS por 6 a 0 em um jogo-treino - Bruno e Rafael Sóbis, Camilo (duas vezes), Nonato e Richard marcaram os gols.
A atividade serviu para dar rodagem aos atletas que ganharam menos minutos do ano e observar as opções de seu elenco. Os titulares e o atacante peruano Paolo Guerrero, que só poderá jogar em abril depois de cumprir uma punição por doping, foram a campo para um exercício à parte, no gramado anexo do CT.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia