Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, segunda-feira, 21 de janeiro de 2019.
Feriado nos EUA: Dia de Martin Luther King.

Jornal do Comércio

Esportes

COMENTAR | CORRIGIR

iNTER

Edição impressa de 22/01/2019. Alterada em 21/01 às 22h41min

Após contusão na comemoração, Emerson Santos para por dez dias

Atuando como lateral, zagueiro sofreu entorse no tornozelo esquerdo

Atuando como lateral, zagueiro sofreu entorse no tornozelo esquerdo


/RICARDO DUARTE/INTER/JC
A maldição da lateral-direita segue nas bandas do Beira-Rio. Além de poucos jogadores conseguirem se firmar na posição nos últimos anos, os que atuam deslocados acabam se lesionando. Foi o que aconteceu com o zagueiro Emerson Santos. Autor do gol da vitória sobre o São Luiz, domingo, o jogador atuou na função, após a lesão de Bruno José. Durante a comemoração, o defensor pisou em falso e sofreu uma entorse no tornozelo esquerdo. A lesão foi confirmada ontem e Emerson será baixa por dez dias.
A ausência do jogador não atrapalha os planos do técnico Odair Hellmann. Para a partida diante do Pelotas, quinta-feira, às 21h15min, no Beira-Rio, a tendência é de que a equipe vá com força máxima. O único problema do treinador é na lateral-direita. Sem contar com Zeca, Bruno José deve seguir na equipe.
Além de Emerson, o departamento médico confirmou que os laterais Zeca e Uendel seguem de fora. Ambos estão com um desconforto muscular na coxa direita. Para suprir a carência no lado direito, o jovem Heitor, que disputou a Copa São Paulo de Juniores, foi chamado para o grupo principal. Ele recebeu alguns dias de férias, após a eliminação nas oitavas de final da competição. O jogador de 18 anos foi integrado ao plantel e já treinou, ontem, com os companheiros.
O confronto com a equipe da Zona Sul será a primeira oportunidade na temporada para a torcida conferir o time mais próximo do ideal. E o escolhido para ser o homem de referência no ataque é William Pottker. O camisa 99 falou sobre a chance de atuar mais à frente, diferentemente do que vinha fazendo no último ano.
"Já joguei nessa posição algumas vezes na Série A. A minha maneira de atuar é diferente de um centroavante fixo na frente. Sou mais de movimentação e velocidade. Tenho certeza que ajudei ano passado nessa posição. Enquanto eu estiver atuando nessa região do campo, vou fazer de tudo para ajudar o Inter", comentou.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia