Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, terça-feira, 08 de janeiro de 2019.
Dia Nacional do Fotógrafo.

Jornal do Comércio

Esportes

COMENTAR | CORRIGIR

Grêmio

08/01/2019 - 18h28min. Alterada em 08/01 às 18h28min

Após "passo em falso", Montoya chega ao Grêmio ansioso por reencontro com Rosario

Meia foi apresentado oficialmente na tarde desta terça-feira (8)

Meia foi apresentado oficialmente na tarde desta terça-feira (8)


LUCAS UEBEL/GRÊMIO/DIVULGAÇÃO/JC
Estadão Conteúdo
O Grêmio apresentou oficialmente nesta terça-feira mais um reforço para a temporada de 2019. Trata-se do meia Walter Montoya, de 25 anos, desejo antigo da diretoria tricolor e que chega ao clube após uma passagem apagada pelo futebol mexicano, no Cruz Azul, onde viveu um "passo em falso" na carreira.
"Houve um passo em falso no Cruz Azul, é do futebol. É um grande clube, mas tive problemas particulares, problemas internos com o treinador. Depois, surgiu isso (proposta do Grêmio) e acredito que tomei a melhor decisão", declarou o jogador.
Montoya se desentendeu publicamente no Cruz Azul com o técnico Pedro Caixinha. O argentino disse que o treinador o "tratava como lixo" e o "apunhalou pelas costas". Como resposta, ouviu que é um "jogador de treino". Agora ele só espera deixar este período para trás e vencer no futebol brasileiro.
"O futebol brasileiro é grandioso. Não é fácil, é muito dinâmico e difícil jogar aqui. Mas vou trabalhar para me adaptar rapidamente ao time e a tudo que me pedirem. Quero render rapidamente e entender o futebol brasileiro. Não quero esperar o decorrer do ano para me adaptar", afirmou.
O "namoro" entre Grêmio e Montoya é antigo e nasceu quando o jogador foi um dos principais nomes do Rosario Central na Copa Libertadores de 2016, em que chegou às semifinais, eliminando no caminho justamente o time gaúcho nas oitavas de final. Por coincidência, Grêmio e Rosario se enfrentarão novamente no torneio continental deste ano, agora na fase de grupos, e o meia não escondeu a ansiedade de reencontrar sua antiga casa.
"Agora estou do outro lado e tenho a sorte de enfrentar o Central. Tenho amor pelo Central, mas vai ser bom. Vou fazer o melhor pelo meu lado. O Kannemann comentou coisas do grupo, alguns outros jogadores também. É um grande elenco, são espetaculares. Rapidamente me integraram", apontou.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia