Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, segunda-feira, 07 de janeiro de 2019.

Jornal do Comércio

Esportes

COMENTAR | CORRIGIR

Grêmio

Edição impressa de 07/01/2019. Alterada em 07/01 às 01h00min

Argentino Walter Montoya é o terceiro reforço tricolor para 2019

Meia de 25 anos foi cedido por empréstimo pelo Cruz Azul, do México

Meia de 25 anos foi cedido por empréstimo pelo Cruz Azul, do México


/REPRODUÇÃO SITE GRÊMIO/JC
O Grêmio segue qualificando o grupo para 2019. Após um período sem contratações durante as férias, a direção anunciou ontem o meia argentino Walter Montoya. O terceiro reforço para a temporada - os outros foram o goleiro Júlio Cesar e o volante Rômulo - assinou empréstimo até o final do ano, com opção de compra. Após realizar exames, o jogador de 25 anos será apresentado nos próximos dias.
Montoya estava defendendo o Cruz Azul, do México. Formado nas categorias de base do Rosário Central, da Argentina, onde atuou pela equipe profissional de 2014 a 2017, na sequência teve uma breve passagem por empréstimo pela equipe espanhola Sevilla até ser contratado pelo Cruz Azul.
Quem também pode desembarcar em Porto Alegre é Felipe Vizeu. O atacante de 21 anos já está acertado com o Tricolor e volta ao futebol brasileiro para recuperar o futebol apresentado no Flamengo, após um período sem sucesso na Udinese. Os italianos receberão € 1 milhão pelo empréstimo até o fim da temporada. Vizeu brigará por um lugar no ataque gremista, que tem André e Jael já garantidos.
Enquanto isso, o técnico Renato Portaluppi passa bem após a cirurgia no coração, realizada sábado. Ontem, ele deixou a UTI do Hospital Moinhos de Vento e tem previsão de alta para hoje. O treinador foi submetido a um procedimento para tratar de uma fibrilação atrial e agora permanece com um ritmo cardíaco normal. De acordo com Leandro Zimerman, cardiologista e chefe do Setor de Eletrofisiologia do hospital, a arritmia não trazia risco de morte a Portaluppi, mas poderia acarretar problemas no futuro. A previsão é de que fique afastado da casamata por até 10 dias. Durante este tempo, Alexandre Mendes vai comandar a equipe.
 
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia