Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quinta-feira, 06 de dezembro de 2018.

Jornal do Comércio

Esportes

COMENTAR | CORRIGIR

Grêmio

Edição impressa de 06/12/2018. Alterada em 06/12 às 01h00min

Tardelli se despede do Shandong Luneng e pode parar no Tricolor

Atacante de 33 anos interessa ainda ao Corinthians e ao Atlético-MG

Atacante de 33 anos interessa ainda ao Corinthians e ao Atlético-MG


/TRIPLE COMUNICAÇÃO/DIVULGAÇÃO/JC

Com o término de seu contrato, o atacante Diego Tardelli se despediu ontem do Shandong Luneng. O jogador de 33 anos não escondeu a chateação pelo vice-campeonato da Copa da China, após empate por 2 a 2 contra o Beijing Guoan na semana passada - em que marcou um gol justamente em seu adeus -, mas preferiu celebrar os quatro anos que atuou por lá.

Entre os clubes brasileiros, Tardelli interessa ao Corinthians, Atlético-MG e Grêmio. O clube paulista já avisou que "não fará loucuras" em contratações, mas tem no atacante um sonho antigo. O time mineiro tem o jogador como um dos grandes ídolos recentes, já que por lá ele conquistou cinco títulos, sendo o principal deles a Copa Libertadores de 2013.

O Grêmio corre por fora para contar com um artilheiro para a próxima temporada. Mesmo que já tenha renovado o vínculo de Jael por mais dois anos, a direção gremista vai em busca de um nome para titularidade, lugar no qual Tardelli se encaixaria perfeitamente. A afinidade do jogador com o técnico Renato Portaluppi pode aproximar as partes.

Sem confirmar o interesse, o presidente Romildo Bolzan Júnior já fez alguns elogios ao atleta, mas sabe que os altos salários que o jogador ganhava na China - especula-se que o atacante recebia por volta de R$ 2 milhões - fogem bastante da realidade do clube. Caso o camisa 9 queira voltar ao Brasil teria que se adaptar aos salários pagos por aqui.

Tardelli marcou 51 gols, deu 23 assistências em 98 partidas disputadas pelo clube chinês. De férias no Brasil, o atacante admitiu ser alvo de interesse de clubes brasileiros, mas preferiu não revelar quais e nem comentar sobre o seu possível destino em 2019. "Foi uma temporada muito proveitosa e agora só quero aproveitar esses dias para ficar com a minha família, minha esposa e os meus filhos. Quanto ao meu futuro, estou supertranquilo e já conversei com o meu empresário. Sei que tem clubes do exterior e do Brasil interessados e ele sabe o que eu pretendo fazer", explicou o atacante.

COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia