Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, sábado, 03 de novembro de 2018.

Jornal do Comércio

Esportes

COMENTAR | CORRIGIR

libertadores

03/11/2018 - 11h32min. Alterada em 03/11 às 11h32min

Conmebol marca para este sábado ao meio-dia decisão sobre 'caso Gallardo'

Gallardo em coletiva de imprensa nas dependências do Monumental de Núñez sobre o caso em Porto Alegre

Gallardo em coletiva de imprensa nas dependências do Monumental de Núñez sobre o caso em Porto Alegre


Eitan ABRAMOVICH/AFP
Estadão Conteúdo
A Confederação Sul-Americana de Futebol (Conmebol) promete divulgar ao meio-dia deste sábado o resultado do julgamento que envolve a semifinal da Copa Libertadores. A diretoria do Grêmio pediu a reversão da derrota por 2 a 1, ocorrida na última terça-feira, por sustentar que o técnico da equipe argentina, Marcelo Gallardo, participou irregularmente da partida. Se a demanda for acatada, o time gaúcho vai decidir a competição contra o Boca Juniors.
O treinador estava suspenso pela entidade sul-americana por ter retardado o retorno do time ao segundo tempo da partida anterior Gallardo, no entanto, foi filmado pela equipe do SporTV nas tribunas da Arena Grêmio com um rádio comunicador para falar com o seu assistente, Matias Biscaya, que foi o responsável por dirigir o time à beira do gramado.
Gallardo também descumpriu a punição ao descer para o vestiário para conversar com o time no intervalo. Para disfarçar os seguranças, ele chegou a vestir um boné. Após a partida, o treinador reconheceu em entrevistas ter desrespeitado a punição. Nesta sexta-feira, na Argentina, ele admitiu ter errado. "Agi por impulso e perdi a razão. Mas tenho tranquilidade e me parece que não há argumentos para invalidar a situação que claramente alcançamos no campo", afirmou.
O departamento jurídico do Grêmio viajou à sede de Conmebol, no Paraguai, para entregar uma representação com o pedido para reverter o resultado do jogo. A equipe gaúcha definiu a postura de Gallardo como um "deboche" e cobrou seriedade para avaliar o caso, por entender que o técnico adversário interferiu irregularmente no andamento da partida.
Apesar da expectativa pelo posicionamento sobre o caso, a Conmebol divulgou nesta quinta-feira a data das finais da Copa Libertadores, com a presença de Boca Juniors e River Plate na disputa do título. As partidas devem ser realizadas nos dias 10 e 24 de novembro, ambas em Buenos Aires.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia