Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, sexta-feira, 21 de setembro de 2018.
Dia da Árvore. Dia do Radialista e do Fazendeiro.

Jornal do Comércio

Esportes

COMENTAR | CORRIGIR

Campeonato Brasileiro

Edição impressa de 21/09/2018. Alterada em 21/09 às 01h00min

Grêmio busca vitória para seguir brigando pelo título

Seguindo o revezamento, Léo Moura pode ser o titular diante do Vovô

Seguindo o revezamento, Léo Moura pode ser o titular diante do Vovô


/LUCAS UEBEL/GRÊMIO FBPA/JC
O Grêmio precisa seguir pontuando para não se distanciar do líder e se manter como um dos candidatos ao título do Campeonato Brasileiro. Como o jogo da volta com o Atlético Tucumán é apenas no dia 2 de outubro, pela Libertadores da América, a tendência é de que o técnico Renato Portaluppi leve a campo o que tem de melhor para enfrentar o Ceará, domingo, às 11h, na Arena.
Seguindo o revezamento promovido pelo treinador na lateral-direita, Léo Moura deve encarar os cearenses, poupando Leonardo Gomes que atuou pelo torneio continental. Tirando essa mudança, a escalação gremista não deve fugir da formação titular que vem atuando. Uma preservação que pode ocorrer é Bruno Cortez, já que é o jogador que mais atuou ao longo da temporada. Caso isso ocorra, Juninho Capixaba pode aparecer no time.
A escalação para encarar os nordestinos pode ter Marcelo Grohe; Léo Moura, Geromel, Kannemann e Cortez (Capixaba); Maicon, Cícero, Ramiro, Alisson e Everton; Luan. O grupo completo treina na manhã desta sexta-feira, quando Portaluppi começa a definir o time para o fim de semana.
O experiente Léo Moura vê com maturidade a alternância na posição, visto que ele já está com 39 anos. "Ao longo do tempo, você vê que cada jogo é diferente. O Renato conversou comigo, me deixando bem à vontade. Como atuei no fim de semana, optamos em não ir a Argentina porque tinha pouco tempo de descanso. A liberdade que o Renato me dá é tranquila", observou.
O adversário tricolor é o Ceará do técnico Lisca, conhecido do torcedor gaúcho pelas passagens pelo Inter, pela irreverência na forma de comandar a equipe e por sua relação com o torcedor. Lisca é responsável direito pela guinada dos cearenses no campeonato: o clube chegou a sair do Z-4, mas retornou após a vitória da Chapecoense sobre o Inter. No returno, o Vovô está entre as quatro melhores campanhas.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia