Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quarta-feira, 12 de setembro de 2018.

Jornal do Comércio

Esportes

COMENTAR | CORRIGIR

campeonato brasileiro

Edição impressa de 12/09/2018. Alterada em 12/09 às 17h36min

Inter fretará voo para enfrentar a Chapecoense

A direção colorada não está medindo esforços para dar todas as condições para que, dentro de campo, o Inter conquiste o tão desejado tetracampeonato do Brasileirão. Para enfrentar a Chapecoense, na próxima rodada, segunda-feira, em Santa Catarina, o departamento de futebol fretará um voo para Chapecó ainda no sábado, já que a delegação viaja sempre um dia antes das partidas, para evitar contratempos climáticos. Nesta época do ano, a cidade é tradicionalmente conhecida pelos fortes nevoeiros que atingem o Noroeste catarinense.
O Palmeiras e o Atlético-PR já tiveram problemas com o clima nesta edição do campeonato. Os paulistas precisaram vir até Porto Alegre de ônibus para decolar até São Paulo. Já os paranaenses tiveram a partida transferida, em função que o aeroporto não apresentou condições para pouso e decolagens. Inclusive, a Chape entra em campo, amanhã, às 20h, na Arena Condá, para enfrentar o Furacão. O time comandado por Guto Ferreira ocupa penúltima colocação, com 22 pontos.
E, para se manter no topo da tabela, o Colorado precisará quebrar um tabu em Chapecó: os gaúchos não vencem os donos da casa, na Arena Condá, há quatro anos. Ao todo, Chape e Inter se enfrentaram nove vezes, com quatro vitórias coloradas, três dos catarinenses e dois empates. A última vitória fora de casa foi em 2008, pela Copa do Brasil. Em Santa Catarina, o Colorado, comandado por Abel Braga, sofreu uma sonora goleada de 5 a 0, em 2014.
Para iniciar a preparação, o grupo retorna às atividades na manhã de hoje. Foram dois dias de folga, após a vitória por 1 a 0 sobre o Grêmio, no domingo. Para esta partida, o técnico Odair Hellmann não contará com o atacante Rossi, que recebeu um cartão amarelo mesmo sem entrar em campo. A dúvida mais preocupante é Rodrigo Dourado. O volante contou que precisou de algumas injeções para conter as dores antes do clássico. Ele deve passar por uma revisão após a reapresentação.
JC
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia