Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, domingo, 22 de julho de 2018.

Jornal do Comércio

Esportes

COMENTAR | CORRIGIR

campeonato brasileiro

22/07/2018 - 20h42min. Alterada em 22/07 às 20h42min

Renato cobra Grêmio após derrota para o Vasco

Folhapress
A derrota para o Vasco, neste domingo (22), não caiu bem no Grêmio. Logo depois da partida, Renato Gaúcho subiu o tom e cobrou fortemente o time. Nas palavras do treinador, a equipe entrou 'dormindo' diante de um adversário que fez partida competitiva. O técnico ainda afirmou que 'três ou quatro jogadores' deixaram a desejar na arrancada do duelo.
O Grêmio perdeu por 1 a 0, gol de Andrés Ríos, e chegou a jogar com um jogador a mais em boa parte da partida. Nem a vantagem numérica ajudou.
"Eles tinham sido alertados no vestiário, antes do jogo, que o Vasco vinha para competir. Que eles vinham com vontade de ganhar o jogo. E essas palavras não entraram na cabeça de alguns deles. Quando eles, esses três ou quatro, acordaram já estava 1 a 0. Quando se sabe que uma equipe vai competir muito, o mínimo que temos de fazer é competir. Não merecemos nem empatar o jogo, a verdade é essa. Não dá para achar que as coisas vão cair do céu. Uma equipe como o Grêmio tem que competir todo o jogo, o jogo todo. Alguns não tinham entrado em campo. Eu cobrei no intervalo isso. Não adianta ter 70, 72% de posse de bola. O Vasco ganhou merecidamente", disse Renato Gaúcho.
Ainda no primeiro tempo, o Grêmio passou a jogar no 3-4-3. A troca de Marcelo Oliveira por Marinho deixou o time ainda mais ofensivo. E no restante da partida, a equipe foi ficando ainda mais aguda. Por fim, eram cinco jogadores no ataque para pressão final.
"A gente não fez muito por onde para dar certo. Para furar defesa adversária tem que tomar a decisão certa. Ter inteligência para isso. O Marinho é esse jogador, mas dobraram a marcação em cima dele. O Grêmio não fez nada para sequer empatar o jogo. Quando quis, já estava perdendo. O Vasco entrou com espírito de competição. E minha equipe não entrou com isso. E olha que isso sempre sobra no nosso time. Já tive uma conversa para que a gente aprenda com nossos erros. Uma equipe que quer ser campeã tem que competir em todos os jogos. O tempo todo. Eles vão ser cobrados por isso. Resumindo, o Vasco mereceu a vitória", pontuou o treinador do Grêmio.
Com a derrota, o Grêmio segue com 23 pontos no Campeonato Brasileiro. Na quinta-feira, o time volta a campo contra o São Paulo. A partida será em Porto Alegre. André, suspenso pelo terceiro cartão amarelo, está fora.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia