Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, segunda-feira, 23 de julho de 2018.

Jornal do Comércio

Esportes

COMENTAR | CORRIGIR

Campeonato Brasileiro

Edição impressa de 20/07/2018. Alterada em 23/07 às 22h52min

Inter fica no empate com o Atlético-PR no retorno ao Brasileirão

Pottker abriu o placar para o Inter, que cedeu a virada e acabou empatando a partida

Pottker abriu o placar para o Inter, que cedeu a virada e acabou empatando a partida


Ricardo Duarte/Internacional/Divulgação/JC
Embalado por uma sequência invicta no Campeonato Brasileiro, o Inter esperava manter o ritmo após a pausa para a Copa do Mundo. Se o futebol não foi dos melhores nesta quinta-feira, contra o Atlético-PR, o resultado acabou sendo: após abrir o placar e sofrer a virada, o time de Odair Hellmann buscou o 2 a 2 na Arena da Baixada, chegando a nove jogos sem perder. Com o empate, o Colorado deixa o G-4 do Campeonato Brasileiro apenas pelos critérios de desempate. O próximo compromisso é na segunda-feira, contra o Ceará, no Beira-Rio.
Em Curitiba, o Inter começou mal, mostrando fragilidade na bola aérea. Logo no primeiro minuto, Bergson aproveitou cobrança de falta e balançou as redes, mas o árbitro anulou o gol por impedimento de Lucho González. Pouco depois, Pablo se antecipou a Iago e desviou de cabeça rente à trave.
Em sua primeira incursão ao ataque, aos 12 minutos, o Colorado abriu o placar. Fabiano avançou pela direita e tocou para Nico López, que chutou na marcação. Na sobra, William Pottker trombou com o goleiro e levou a melhor: 1 a 0. A bola chegou a tocar no braço do atacante, mas o juiz nada marcou.
Com as dificuldades do Furacão para criar, parecia que a partida estava sob controle. No entanto, o Colorado cedia espaços demais, e os donos da casa começaram a se aproveitar. Aos 43, Danilo Fernandes não conseguiu evitar o empate após um chute de Raphael Veiga da entrada da área.
Na etapa final, o jogo pouco mudou. Sem criação no meio, o Inter pouco ameaçava o Atlético, que continuava achando brechas na defesa colorada. Em uma cobrança de escanteio aos 13 minutos, Paulo André, de cabeça, virou o placar.
Foi preciso que Hellmann mexesse no time para buscar o empate. Em jogada de Nico López aos 32, Rossi cruzou e a zaga paranaense afastou mal. Na sobra, Wellington Silva, que tinha entrado há pouco, acertou o ângulo. No final, os dois times enfileiraram gols perdidas, e o empate acabou ficando de bom tamanho.
Atlético-PR 2 x 2 Internacional
Santos; Jonathan, Thiago Heleno (Wanderson), Paulo André e Renan Lodi; Bruno Guimarães, Lucho González (Camacho) e Raphael Veiga; Nikão (Bruno Nazário), Bergson e Pablo. Técnico: Thiago Nunes.
Danilo Fernandes; Fabiano (Rossi), Danilo Silva, Víctor Cuesta e Iago; Rodrigo Dourado, Nico López, Zeca, Edenilson e Lucca (Wellington Silva, depois Camilo); William Pottker.Técnico: Odair Hellmann.
Árbitro: Ricardo Marques Ribeiro (MG).
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia