Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, sexta-feira, 20 de julho de 2018.
Dia do Amigo.

Jornal do Comércio

Esportes

COMENTAR | CORRIGIR

Fórmula 1

Edição impressa de 20/07/2018. Alterada em 20/07 às 01h00min

Mercedes renova contrato de Lewis Hamilton por mais duas temporadas

Piloto inglês vai busca do quinto título, o quarto pela escuderia alemã

Piloto inglês vai busca do quinto título, o quarto pela escuderia alemã


ANDREJ ISAKOVIC/AFP/JC
Lewis Hamilton seguirá como piloto da Mercedes nas próximas duas temporadas. Nesta quinta-feira, a escuderia anunciou a renovação do contrato do inglês, que receberá, segundo veículos da imprensa europeia, 40 milhões de libras esterlinas (cerca de R$ 200 milhões). Assim, ele se tornará o esportista britânico mais bem pago do mundo.
Hamilton chegou à equipe alemã em 2013, após bom desempenho pela McLaren, na qual se sagrou campeão pela primeira vez, em 2008, e tem sido hegemônico na categoria: venceu três dos últimos quatro Mundiais. O anúncio acontece em um momento simbólico da temporada para a equipe: às vésperas do GP de Hockenheimring, a etapa alemã do circuito, neste domingo, às 10h.
"Faço parte da família Mercedes e nunca estive tão feliz dentro de uma equipe como agora. Estou ansioso para ganhar mais no futuro e brilhar ainda mais. Estou muito confiante de que a Mercedes é o lugar certo para estar nos próximos anos", afirmou o piloto de 33 anos.
Apesar do discurso afinado, Hamilton está pressionado na temporada. Com 163 pontos, é o segundo colocado do Mundial, com oito a menos que o líder, o alemão Sebastian Vettel, da Ferrari. Kimi Raikkonen, também da equipe italiana, é o terceiro, com 116. Por enquanto, o finlandês não é uma ameaça, mas Valtteri Bottas, companheiro de Hamilton na Mereces, tem 104 e surge apenas na quinta posição, o que compromete outro título da temporada: o Mundial de Construtores, liderado pela Ferrari (247 a 237 pontos).
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia