Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quinta-feira, 19 de julho de 2018.
Nelson Mandela Day.

Jornal do Comércio

Esportes

COMENTAR | CORRIGIR

Campeonato Brasileiro

Edição impressa de 19/07/2018. Alterada em 19/07 às 00h18min

Com gols de bola parada, Grêmio bate o Atlético-MG

André (c) e Bressan fizeram os gols da vitória tricolor na Arena

André (c) e Bressan fizeram os gols da vitória tricolor na Arena


/lucas uebel/grêmio fbpa/divulgação/jc
A parada para a Copa do Mundo parece ter feito bem ao Grêmio. Mesmo com desfalques - um deles definitivo, já que Arthur agora é do Barcelona -, a equipe do técnico Renato Portaluppi conseguiu se impor diante do Atlético-MG, ontem, na Arena, fazendo 2 a 0 e ingressando temporariamente no G-4 do Campeonato Brasileiro. Em um jogo em que a expectativa era pela estreia de Marinho e pelo retorno de Douglas aos gramados, a eficiência de Maicon e o futebol participativo de André foram os destaques.
A impressão inicial era de que os dois times estavam "enferrujados" depois de tanto tempo sem jogar. No entanto, passados os primeiros minutos, já era possível ver o futebol de toque de bola inerente ao time de Portaluppi, marcando em cima e dando poucos espaços para o adversário.
Aos 11, a melhor chance do primeiro tempo: Luan deu um belo passe para André lançar Everton, que limpou a marcação e só não abriu o placar porque o lateral Fábio Santos salvou em cima da linha. No entanto, o Tricolor penou para conseguir novas oportunidades. Aos 25, Juninho, de cabeça, desviou arremate de Ramiro, e, aos 36, Gabriel evitou conclusão de André. Quase no final, Maicon arriscou uma bomba da entrada da área, mas o ex-gremista Victor fez uma grande defesa.
Se com a bola rolando o Tricolor não conseguia fazer justiça no marcador, esse objetivo acabou sendo atingido por outro meio: a bola parada. Aos seis minutos do segundo tempo, Luan cobrou escanteio da direita e Bressan, de cabeça, colocou no fundo das redes. O Galo nem conseguiu se refazer do baque. Aos 13, Léo Moura bateu falta e André subiu mais alto que a marcação para fazer 2 a 0.
Aos 27, a chance de matar o jogo. Everton foi agarrado na área e o árbitro marcou pênalti, que Luan perdeu ao acertar a trave. Mesmo assim, logo depois a torcida vibrava como se fosse um gol: após quase um ano e meio sem disputar um jogo oficial por conta de uma grave lesão, Douglas entrou em campo. Em seguida, foi a vez de Marinho. Nenhum dos dois teve tempo para mostrar serviço, mas o Grêmio controlou bem o Atlético e garantiu a vitória. No domingo, o Tricolor encara o Vasco, em São Januário.
Grêmio 2 x 0 Atlético-MG
Marcelo Grohe; Léo Moura (Marinho), Pedro Geromel, Bressan e Cortez; Maicon (Jailson), Cícero, Ramiro, Luan e Everton; André (Douglas). Técnico: Renato Gaúcho.
Victor; Patric; Juninho, Gabriel e Fábio Santos; José Welison, Elias, Chará (David Terans); Luan (Tomás Andrade), Edinho (Denilson) e Ricardo Oliveira. Técnico: Thiago Larghi.
Árbitro: Flávio Rodrigues de Souza (SP).
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia