Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quinta-feira, 05 de julho de 2018.

Jornal do Comércio

Esportes

COMENTAR | CORRIGIR

copa 2018

Notícia da edição impressa de 05/07/2018. Alterada em 04/07 às 22h30min

Tite comanda último treino na cidade de Sochi

Douglas Costa é opção caso o técnico precise mudar no segundo tempo

Douglas Costa é opção caso o técnico precise mudar no segundo tempo


/LUCAS FIGUEIREDO /CBF/JC
O Brasil se despediu da cidade de Sochi, ontem, e seguiu para Kazan, palco do enfrentamento com a Bélgica, pelas quartas de final do Mundial da Rússia. O trabalho não contou com a presença de Paulinho, poupado, que apenas realizou uma atividade na academia. Ele reclamou de dores após a partida contra o México, mas não deve ser desfalque no jogo de amanhã, às 15h. Já o lateral-esquerdo Marcelo treinou forte e deve ser confirmado pelo técnico Tite, retomando a titularidade.
O trabalho em Sochi contou com a participação de todos os outros atletas. Marcelo, que havia sentido dores no início do duelo com a Sérvia e foi substituído por Filipe Luís (que também foi titular contra os mexicanos), está completamente recuperado de um espasmo muscular na coluna. A decisão sobre o time que enfrentará a Bélgica será conhecida na entrevista coletiva que Tite dará hoje, juntamente com o capitão da equipe. Na lateral-direita, Fagner deve seguir como dono da posição, com Danilo na reserva.
A Fifa definiu que o sérvio Milorad Masic será o árbitro da partida de amanhã. Masic terá como assistentes Milovan Ristic, Djurdjevic, ambos da Sérvia, e Jair Marrufo, dos Estados Unidos. O árbitro é o mesmo que apitou a final entre Real Madrid e Liverpool na Liga dos Campeões. Já o brasileiro Sandro Meira Ricci foi o escolhido para comandar Rússia e Croácia. Ele será auxiliado por Marcelo Van Gasse e Emerson Pereira de Carvalho.
Em caso de eliminação na partida de amanhã, a seleção estará liberada, com os jogadores que atuam na Europa seguindo para as férias. Em caso de vitória, se tornará itinerante. Primeiro, irá para São Petersburgo, local da semifinal, na próxima terça-feira. Caso seja desclassificada e não vá para a final, permanece na cidade. Se avançar e ir para a decisão, o destino será Moscou, sede da grande final.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia