Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quarta-feira, 04 de julho de 2018.
Dia do Operador de Telemarketing. Feriado nos EUA - Dia da Independência.

Jornal do Comércio

Esportes

CORRIGIR

copa 2018

Alterada em 04/07 às 01h00min

Notas da Copa

Pela primeira vez, uma final de Mundial irá contar com parte do gramado sintético. Os fios correspondem a apenas 5% da composição do piso, com os outros 95% de grama natural, tudo regulamentado pela Fifa. O Lujniki, palco da decisão, e as arenas de Kaliningrado, Saransk, Rostov, Samara e Spartak também utilizam a tecnologia.
A Federação Alemã de Futebol confirmou, ontem, que o treinador Joachim Löw continua no comando da equipe de futebol do país, mesmo após o fiasco na eliminação ainda na fase de grupos na Rússia.
Sem os hermanos na briga pelo título, Maradona tem o seu favorito: o Brasil. Em seu programa na TV venezuelana, "De La Mano del 10", o ex-craque afirmou que não vê ninguém no mesmo patamar da seleção canarinho.
O técnico Ricardo Gareca sinalizou que recebeu uma proposta de renovação. O comandante declarou, ontem, que pediu um tempo aos dirigentes da federação peruana antes de tomar uma decisão.
O lateral Miguel Layún usou as redes sociais para que sua família seja preservada de ofensas após a polêmica com o atacante Neymar. O jogador mexicano foi alvo de torcedores brasileiros por ter dado um pisão no camisa 10 canarinho.
Dois dias após fazer sua última partida com a camisa da Fúria, Andres Iniesta publicou uma carta em suas redes sociais para explicar a decisão de se aposentar da seleção, agradeceu os torcedores e mostrou confiança na nova geração espanhola.
O atacante Nicolai Jorgensen recebeu ameaças de morte nas redes sociais após perder a quinta penalidade na eliminação diante da Croácia. Logo após a classificação croata, internautas entraram nas páginas do jogador para xingá-lo e ameaçá-lo.
CORRIGIR
Seja o primeiro a comentar esta notícia