Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, sexta-feira, 29 de junho de 2018.
Dia da Telefonista.

Jornal do Comércio

Esportes

COMENTAR | CORRIGIR

campeonato brasileiro

14/06/2018 - 00h21min. Alterada em 14/06 às 00h21min

Com gol de Luan nos acréscimos, Atlético-MG vence o Ceará e mantém vice-liderança

Com gol de Luan nos acréscimos, o Atlético Mineiro bateu o Ceará de virada por 2 a 1, nesta quarta-feira, no estádio Independência, em Belo Horizonte. Foi a terceira vitória seguida dos mineiros no Campeonato Brasileiro, que se mantêm na vice-liderança da competição com 23 pontos, após 12 rodadas - mesma pontuação do São Paulo, mas com um triunfo a mais. Os cearenses seguem sem vencer.
Agora, o Brasileirão para durante a Copa do Mundo na Rússia e o treinador Thiago Larghi tem tranquilidade para trabalhar a equipe, que movimenta o mercado com chegada e saída de atletas. Entre as possíveis baixas está Roger Guedes, que fez o seu nono gol para disparar na artilharia do torneio. Ao final da partida, o atacante que tem propostas do exterior disse que definirá a situação nos próximos dias e sairá feliz se deixar o Atlético Mineiro.
Apesar de enfrentar o último colocado em casa, o jogo desta quarta-feira não foi nada fácil para o Atlético Mineiro. Os meias e atacantes tentavam jogadas pelo meio, o que facilitava o trabalho da defesa cearense. Com mais posse de bola, pouco chegava com perigo à frente.
O primeiro tempo foi marcado por um Ceará fechado. Assustou em apenas um contra-ataque, em que Samuel Xavier bateu na trave. Pelo lado mineiro, Róger Guedes apagado, os armadores pouco criativos e o ataque com deficiência na pontaria. No principal lance, Gustavo Blanco recebeu livre, a três passos do gol, mas chutou para fora.
No segundo tempo, os cearense voltaram mais soltos. Mas por pouco tempo porque Thiago Larghi mexeu no meio de campo e o time voltou a dominar a partida. Entraram Luan e Elias nos lugares de Cazares e Gustavo Blanco. Apesar do maior volume, os armadores insistiam em jogadas pelo miolo da zaga cearense, que se manteve bem postada.
E foi o time do técnico Lisca que fez o primeiro gol, no momento em que os mineiros estavam melhores em campo. Aos 32 minutos, João Lucas avançou pela esquerda e cruzou. Yago não conseguiu afastar e Naldo chegou para marcar.
Quando o torcedor atleticano começava a perder a paciência com a equipe, veio o gol de empate. Aos 35 minutos, Elias encontrou Róger Guedes na cabeça da área. Ele dominou e chutou no cantinho para empatar.
O Atlético Mineiro aumentou a pressão em busca da vitória. E, nos acréscimos, Luan fez tabela com Ricardo Oliveira, que estava em posição duvidosa, invadiu a área e bateu cruzado para virar o jogo e enlouquecer a torcida no estádio Independência.
Depois da Copa do Mundo, em julho, o Atlético Mineiro tem duas pedreiras pela frente: Grêmio e Palmeiras, ambos fora de casa. Já o Ceará encara o Sport, em Fortaleza, e o Internacional, em Porto Alegre.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia