Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, sexta-feira, 29 de março de 2019.

Jornal do Comércio

Guia de Pós-Graduação 2017

COMENTAR | CORRIGIR
Notícia da edição impressa de 29/03/2019. Alterada em 29/03 às 03h00min

Alguns vagões estão bem cheios

Outro dado interessante que a pesquisa da Qualidata revela é o tamanho da competição nos diversos setores investigados. É o que se chama de nível de pulverização. Quanto maior a quantidade de marcas citadas em um determinado setor, mais pulverizado ele é. Normalmente isso ocorre com marcas associadas a lojas de varejo ou serviços de pequeno porte, com operações únicas em muitos municípios ou redes com poucas filiais ou franquias da marca.

Como exemplo desse conceito, a categoria Restaurante continua na primeira posição como o setor disputado por maior quantidade de marcas. Desta vez, 81 nomes apareceram em primeiro lugar na memória dos entrevistados, sendo listados 80 como preferidos pelo público ouvido. Houve uma redução de 28% em relação aos números apresentados por esse setor na pesquisa anterior.

Sindicato fica na segunda colocação como mais pulverizado. 73 nomes apareceram na primeira lembrança, chegando a 78 a relação das organizações sindicais apontadas como as preferidas, nesta 21ª edição do projeto Marcas de Quem Decide.

COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia