Porto Alegre, segunda-feira, 27 de agosto de 2018.
Dia do Psicólogo e do Corretor de Imóveis.

Jornal do Comércio

COMENTAR | CORRIGIR

BOVINOCULTURA

Notícia da edição impressa de 27/08/2018. Alterada em 26/08 às 00h00min

Dois touros protagonizam empate histórico

Jotabe Legend (e), da Charolês Figueira, e Poderoso do Boqueirão (d)

Jotabe Legend (e), da Charolês Figueira, e Poderoso do Boqueirão (d)


/LUIZA PRADO/JC

Dois touros da raça Charolês dividem o título de animal mais pesado da Expointer em 2018. Trata-se do primeiro empate técnico registrado em 41 edições da feira nesta modalidade. Poderoso do Boqueirão, da cabanha Boqueirão (São Francisco de Assis) e Jotabe Legend, da Charolês Figueira (Arambaré) apresentaram o mesmo peso, de 1.265 quilos e foram declarados os vencedores.

Os proprietários Newton Bollis de Oliveira (Poderoso do Boqueirão) e André Berta (Jotabe Legend) têm muito que comemorar. A tendência, conforme explica Berta, é que um touro premiado gere a comercialização de, no mínimo, 30 mil doses de sêmen a cada 12 meses. Considerando-se o preço médio de R$ 20,00 por dose, o retorno financeiro seria próximo ou superior a R$ 600 mil. O criador André Berta revela que a alimentação diária do seu touro tem 10 quilos de ração e 30 quilos de silagem de milho e suplementação com pasto livre no campo.

COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia