Porto Alegre, quarta-feira, 12 de janeiro de 2022.
Aniversário da Caixa Econômica Federal.
Porto Alegre,
quarta-feira, 12 de janeiro de 2022.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Saúde

- Publicada em 12/01/2022 às 17h22min.

Associação de laboratórios teme escassez e pede critério em teste de Covid-19

Nesta semana, o secretário-executivo do Ministério da Saúde afirmou que o autoteste pode ser uma "importante ferramenta de apoio" no combate ao coronavírus

Nesta semana, o secretário-executivo do Ministério da Saúde afirmou que o autoteste pode ser uma "importante ferramenta de apoio" no combate ao coronavírus


Damien MEYER/AFP/JC
A Abramed (Associação Brasileira de Medicina Diagnóstica) divulgou nota em que pede a "utilização criteriosa" dos testes para Covid-19. A entidade teme que a testagem no ritmo atual cause uma escassez de insumos nos laboratórios.
A Abramed (Associação Brasileira de Medicina Diagnóstica) divulgou nota em que pede a "utilização criteriosa" dos testes para Covid-19. A entidade teme que a testagem no ritmo atual cause uma escassez de insumos nos laboratórios.
"A alta transmissibilidade da nova variante Ômicron causou aumento exponencial de casos, o que vem demandando significativo aumento da capacidade produtiva global de testes, tanto de PCR como de antígeno, e se os estoques não forem recompostos rapidamente poderá ocorrer a falta de oferta de exames", argumenta.
No texto, a Abramed recomenda que sejam priorizados seis perfis para testes: pacientes que tenham maior gravidade de sintomas; pacientes hospitalizados e cirúrgicos; pessoas no grupo de risco; gestantes; trabalhadores assistenciais da área da saúde e colaboradores de serviços essenciais.
A associação diz que entrará em contato ainda com Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária), ANS (Agência Nacional de Saúde Suplementar), Anahp (Associação Nacional de Hospitais Privados), AMB (Associação Médica Brasileira), além de outras entidades, para que "haja a sensibilização sobre a importância de otimizar o uso dos testes disponíveis até que a situação seja normalizada".
Autoteste
O Ministério da Saúde enviará à Anvisa uma nota técnica solicitando a avaliação do autoteste para diagnóstico da Covid-19.
Ao jornal O Estado de S. Paulo o secretário-executivo da pasta, Rodrigo Cruz, afirmou que o ministério concluiu que o exame pode ser uma "importante ferramenta de apoio" no combate ao coronavírus.
"A mensagem é que o autoteste é uma ferramenta de apoio e não substitui o diagnóstico do profissional de saúde", ponderou. "A pessoa deve fazer o teste e, caso esteja com sintomas, deve ir ao posto de saúde ou hospital se certificar do diagnóstico."
Folhapress
Conteúdo Publicitário
Comentários CORRIGIR TEXTO