Porto Alegre, terça-feira, 21 de setembro de 2021.
Dia da Árvore. Dia do Radialista e do Fazendeiro.
Porto Alegre,
terça-feira, 21 de setembro de 2021.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Saúde

- Publicada em 18h04min, 21/09/2021. Atualizada em 18h51min, 21/09/2021.

Opas seleciona Fiocruz como centro regional para produção de vacinas contra Covid

Segundo a Opas, houve cerca de 30 inscrições na América Latina

Segundo a Opas, houve cerca de 30 inscrições na América Latina


Ricardo Valverde/Agência Fiocruz de Notícias/Divulgação/JC
A Organização Pan-americana de Saúde (Opas) selecionou o Instituto de Tecnologia em Imunobiológicos (Bio-Manguinhos) da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) como centro regional para o desenvolvimento e a produção de vacinas contra a Covid-19 na América Latina.
A Organização Pan-americana de Saúde (Opas) selecionou o Instituto de Tecnologia em Imunobiológicos (Bio-Manguinhos) da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) como centro regional para o desenvolvimento e a produção de vacinas contra a Covid-19 na América Latina.
"O instituto tem uma longa tradição na fabricação de vacinas e fez avanços promissores no desenvolvimento de uma vacina de mRNA inovadora contra Covid-19", diz a Opas em nota divulgada nesta terça-feira (21).
A Sinergium Biotech, empresa biofarmacêutica privada da Argentina, também foi escolhida para a iniciativa.
"Parabenizamos os dois centros selecionados", disse o subdiretor da Opas, Jarbas Barbosa, durante o evento "Transferência de Tecnologia para a Produção de Vacinas de mRNA nas Américas", realizado hoje. "Há muito trabalho pela frente, mas somos movidos pela convicção de que esse esforço resultará em acesso oportuno e equitativo às vacinas em nossa região, que continua a ser a mais atingida por esta pandemia."
Em abril de 2021, a organização Mundial da Saúde (OMS) abriu inscrições para instituições de pesquisa e empresas do setor farmacêutico que quisessem contribuir para a criação de centros de referência de tecnologia de imunizantes contra Covid-19 em economias emergentes. Segundo a Opas, houve cerca de 30 inscrições na América Latina.
"Atrasos na produção fizeram com que muitos países da região ainda aguardassem as doses que compraram meses atrás. O estoque limitado de vacinas continua a nos prejudicar", afirmou a diretora da Opas, Carissa Etienne, em seu discurso na abertura do evento.
Agência Estado
Comentários CORRIGIR TEXTO
Conteúdo Publicitário