Porto Alegre, quarta-feira, 02 de junho de 2021.
Porto Alegre,
quarta-feira, 02 de junho de 2021.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Saúde

- Publicada em 21h41min, 02/06/2021.

Número de mortes por Covid-19 no Brasil ultrapassa 467 mil

Nas últimas 24 horas, foram 2.507 óbitos

Nas últimas 24 horas, foram 2.507 óbitos


MICHAEL DANTAS/AFP/JC
O Brasil chegou a 467.706 mortes por Covid-19. Nas últimas 24 horas, foram 2.507 óbitos e 95.601 novos casos. No total, 16.720.081 casos foram confirmados no país e o número de pessoas recuperadas totalizou 15.168.330.
O Brasil chegou a 467.706 mortes por Covid-19. Nas últimas 24 horas, foram 2.507 óbitos e 95.601 novos casos. No total, 16.720.081 casos foram confirmados no país e o número de pessoas recuperadas totalizou 15.168.330.
Os dados estão no balanço diário do Ministério da Saúde, divulgado no fim da tarde desta quarta-feira (2). O balanço é elaborado a partir dos dados sobre casos e mortes levantados pelas autoridades locais de saúde.
Estados
O ranking de estados com mais mortes pela Covid-19 é liderado por São Paulo (112.927), Rio de Janeiro (51.096) e Minas Gerais (40.880). Já as unidades da Federação com menos óbitos são Roraima (1.645), Acre (1.676) e Amapá (1.708).
Em relação aos casos confirmados, São Paulo também lidera, com 3,3 milhões de casos. Minas Gerais, com 1,5 milhão, e Paraná, com 1,1 milhão de casos, aparecem na sequência. O estado com menos casos de Covid-19 é o Acre, com 82,7 mil, seguido por Roraima (104,1 mil) e Amapá (112,4 mil).
O Rio Grande do Sul registou mais 7.769 novos casos nas últimas 24 horas, elevando para 1.098.542 gaúchos infectados desde o início da pandemia. Segundo a pasta da Secretaria Estadual da Saúde (SES), foram confirmados mais 130 óbitos. Já são  28.484 vidas perdidas. 
Vacinação
Até o início da noite de hoje, haviam sido distribuídas 102,9 milhões de doses de vacinas. Deste total, foram aplicadas 68,2 milhões de doses, sendo 45,9 milhões da 1ª dose e 22,3 milhões da 2ª dose. Os dados são do Ministério da Saúde.
Agência Brasil
Comentários CORRIGIR TEXTO
Conteúdo Publicitário