Porto Alegre, sábado, 03 de abril de 2021.
Dia do Atuário.
Porto Alegre,
sábado, 03 de abril de 2021.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

SAÚDE

- Publicada em 14h24min, 03/04/2021. Atualizada em 15h05min, 03/04/2021.

'Teremos apoio das Forças Armadas na distribuição de vacinas', garante Ministro da Saúde

Marcelo Queiroga afirmou que o apoio é uma determinação do presidente Jair Bolsonaro

Marcelo Queiroga afirmou que o apoio é uma determinação do presidente Jair Bolsonaro


EVARISTO SA / AFP/ DIVULGAÇÃO/ JC
Na semana marcada pela maior crise nas Forças Armadas brasileiras desde 1977, o presidente Jair Bolsonaro determinou que os militares tenham maior envolvimento na aplicação das vacinas contra a Covid-19 no Brasil. "Por determinação do presidente, que está pessoalmente empenhado, teremos apoio das Forças Armadas, seja na logística de distribuição, no corpo técnico da Saúde, ajudando Estados e municípios a vacinar a população brasileira", afirmou o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, neste sábado (3). Segundo o médico, o assunto foi conversado entre ele, o ministro da Defesa, Walter Braga Netto, e Bolsonaro.
Na semana marcada pela maior crise nas Forças Armadas brasileiras desde 1977, o presidente Jair Bolsonaro determinou que os militares tenham maior envolvimento na aplicação das vacinas contra a Covid-19 no Brasil. "Por determinação do presidente, que está pessoalmente empenhado, teremos apoio das Forças Armadas, seja na logística de distribuição, no corpo técnico da Saúde, ajudando Estados e municípios a vacinar a população brasileira", afirmou o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, neste sábado (3). Segundo o médico, o assunto foi conversado entre ele, o ministro da Defesa, Walter Braga Netto, e Bolsonaro.
O presidente já havia comentado brevemente sobre o assunto durante uma transmissão ao vivo que fez nas redes sociais neste sábado. "Estão à disposição para começar também a vacinar. Praticamente todos os quartéis do Brasil têm essa condição", disse Bolsonaro ao lado do novo ministro da Defesa.
Atualmente, os militares já prestam auxílio na campanha de vacinação contra o coronavírus. Uma notícia publicada pelo governo em fevereiro, por exemplo, destaca que os Comandos Conjuntos das Forças Armadas "permanecem apoiando" o transporte de equipes de saúde e a distribuição de vacinas contra a covid nas comunidades indígenas.
Ao falar sobre o assunto, Queiroga reconheceu que essa ajuda já existe. "Participação das Forças Armadas já existe no programas de imunização, é só ampliar, logística, parte operacional", disse o ministro. O Broadcast procurou o Ministério da Defesa, mas não houve resposta até a publicação deste texto.
Agência Estado
Comentários CORRIGIR TEXTO