Porto Alegre, quinta-feira, 07 de janeiro de 2021.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
quinta-feira, 07 de janeiro de 2021.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Saúde

- Publicada em 14h15min, 06/01/2021. Atualizada em 13h44min, 07/01/2021.

Comissão Europeia dá aval a uso emergencial de vacina da Moderna

A vacina da Moderna contra a Covid-19 mostrou eficácia de 94,1% em estudos de fase três

A vacina da Moderna contra a Covid-19 mostrou eficácia de 94,1% em estudos de fase três


JOEL SAGET/AFP/JC
Após a recomendação do Comitê de Medicamentos Humanos (EMA, na sigla em inglês), a União Europeia aprovou a autorização para uso emergencial da vacina contra o coronavírus da farmacêutica Moderna.
Após a recomendação do Comitê de Medicamentos Humanos (EMA, na sigla em inglês), a União Europeia aprovou a autorização para uso emergencial da vacina contra o coronavírus da farmacêutica Moderna.
"Estamos fornecendo vacinas seguras e eficazes da Covid-19 para os europeus", escreveu, em sua conta oficial no Twitter, a presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen, ao anunciar a decisão.
"Como acontece com todos os medicamentos, monitoraremos de perto os dados sobre a segurança e eficácia da vacina para garantir a proteção contínua do público da UE. Nosso trabalho será sempre orientado por evidências científicas e nosso compromisso de proteger a saúde", disse mais cedo em nota Emer Cooke, diretor executivo da EMA.
A vacina da Moderna contra a Covid-19 mostrou eficácia de 94,1% em estudos de fase três e deve ser administrada em duas doses, com 28 dias de intervalo.
Agência Estado
Comentários CORRIGIR TEXTO