Porto Alegre, sexta-feira, 18 de dezembro de 2020.
Dia Internacional do Migrante.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
sexta-feira, 18 de dezembro de 2020.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Saúde

- Publicada em 09h49min, 18/12/2020.

Prefeitos gaúchos apresentam a criação de fundo para compra da vacina

A organização, chamada de Fundo Vida, irá reunir prefeitos e secretários municipais de saúde

A organização, chamada de Fundo Vida, irá reunir prefeitos e secretários municipais de saúde


Jesiel Souza/Divulgação/JC
A Associação dos Municípios da Região Metropolitana de Porto Alegre (Granpal) apresentou nesta quinta-feira (17) a ideia da criação de um grupo de enfrentamento à Covid-19. A iniciativa, chamada de Fundo Vida, irá reunir prefeitos e secretários municipais de saúde para discutirem a melhor estratégia para a compra das vacinas.
A Associação dos Municípios da Região Metropolitana de Porto Alegre (Granpal) apresentou nesta quinta-feira (17) a ideia da criação de um grupo de enfrentamento à Covid-19. A iniciativa, chamada de Fundo Vida, irá reunir prefeitos e secretários municipais de saúde para discutirem a melhor estratégia para a compra das vacinas.
Na última semana, os líderes do Executivo que compõem o grupo estiveram no Instituto Butantan, em São Paulo, e assinaram um protocolo de intenções com o objetivo de adquirir os imunizantes e insumos.
A presidenta da Granpal e prefeita de Nova Santa Rita, Margarete Ferretti (PT), entende que é necessário que se trabalhe com muita celeridade, “A vida não pode esperar mais”, salientou a responsável pelo planejamento e organização da mobilização.
O líder da comitiva e prefeito de Esteio, Leonardo Pascoal (PP), enfatizou que é necessário buscar velocidade nas respostas referentes para adquirir os insumos e também enfatizou que acredita na tradição do Butantan, que há mais de 100 anos produz vacinas no País. 
Durante o encontro também foi oficializado a entrada de São Leopoldo no colegiado de municípios. Para o prefeito de São Leopoldo, Ary Vanazzi (PT), é visível a forma séria que o instituto tem trabalhado.  “Vimos de perto a seriedade do trabalho. Até 25 de janeiro, quatro milhões de doses estarão prontas. E a estrutura que está sendo montada permitirá a produção de um milhão de unidades por dia”, afirma. 
Comentários CORRIGIR TEXTO