Porto Alegre, quarta-feira, 09 de dezembro de 2020.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
quarta-feira, 09 de dezembro de 2020.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Saúde

- Publicada em 19h16min, 08/12/2020. Atualizada em 22h34min, 09/12/2020.

Vacina da Covid-19: Rio Grande do Sul quer incluir professores nos primeiros grupos a receber imunização

'Os números (da Covid-19) não param de crescer. A vacina é a esperança', ressalta a secretária

'Os números (da Covid-19) não param de crescer. A vacina é a esperança', ressalta a secretária


ITAMAR AGUIAR/PALÁCIO PIRATINI/DIVULGAÇÃO/JC
O governo gaúcho quer incluir os professores no primeiro grupo a receber a vacina da Covid-19. A secretária estadual da Saúde, Arita Bergmann, disse, nesta terça-feira (8), que fez a proposta na reunião virtual com o ministro da Saúde, Eduardo Pazuello sobre compra de imunizantes e o esperado plano para fazer a distribuição de doses. 
O governo gaúcho quer incluir os professores no primeiro grupo a receber a vacina da Covid-19. A secretária estadual da Saúde, Arita Bergmann, disse, nesta terça-feira (8), que fez a proposta na reunião virtual com o ministro da Saúde, Eduardo Pazuello sobre compra de imunizantes e o esperado plano para fazer a distribuição de doses. 
"Sugerimos que coloque os professores numa fase mais inicial", comentou Arita, em live no Facebook, ao lado do governador Eduardo Leite, que tratou das informações sobre o plano nacional de imunização. A secretária disse que a medida seria importante para turmas de educação de crianças.
"Dos menores", reforça a secretária, sobre os níveis escolares iniciais. Pelo plano preliminar definido pelo ministério, os professores ficariam no quarto e último grupo da imunização prioritária. 
As definições sobre a distribuição são ainda esperadas pelo Estado e dependem da estratégia nacional. Na reunião, o ministro teria dito, em frase reproduzida pelo governador, que o governo comprará "todas as vacinas certificadas pela Anvisa, de acordo com a demanda." 
Arita diz que precisa saber a disponibilidade de doses para organizar a distribuição, o que ainda não foi definido. O governo trabalha com grandes números de aquisição da vacina da Universidade de Oxford e AstraZeneca, consórcio mundial de pesquisa da vacina e Pfizer BioNTech, que chega a quase 300 milhões de doses.   
"É importante a definição (logística). Os números não param de crescer. A vacina é a esperança", ressalta a secretária.
O governo gaúcho, mesmo dando "crédito" ao plano nacional e à garantia de compra de doses de todas as certificadas, enviou ao Instituto Butantã pedido para negociar a aquisição de unidades da chinesa Sinovac.  

Fases da vacinação da Covid-19 anunciadas pelo Ministério da Saúde:

Primeira fase: trabalhadores da saúde, população idosa a partir dos 75 anos de idade, pessoas com 60 anos ou mais que vivem em instituições de longa permanência (como asilos e instituições psiquiátricas) e população indígena.
Segunda fase: pessoas de 60 a 74 anos.
Terceira fase: pessoas com comorbidades que apresentam maior chance para agravamento da doença (como portadores de doenças renais crônicas, cardiovasculares, entre outras).
Quarta fase: professores, forças de segurança e salvamento e funcionários do sistema prisional.
Comentários CORRIGIR TEXTO