Porto Alegre, sábado, 28 de novembro de 2020.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
sábado, 28 de novembro de 2020.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Saúde

- Publicada em 17h28min, 28/11/2020.

RS tem 7.815 novos casos de Covid-19 e mais 43 óbitos pela doença

Com UTIs lotadas, Hospital Moinhos de Vento restringiu atendimento a casos suspeitos de Covid-19

Com UTIs lotadas, Hospital Moinhos de Vento restringiu atendimento a casos suspeitos de Covid-19


JOYCE ROCHA/JC
O Rio Grande do Sul registrou neste sábado (29) 7.815 novos casos de Covid-19. A Secretaria Estadual da Saúde (SES) confirmou mais 43 óbitos entre os dias 13 de outubro e 27 de novembro, elevando para 6.768 mil mortes pela doença.
O Rio Grande do Sul registrou neste sábado (29) 7.815 novos casos de Covid-19. A Secretaria Estadual da Saúde (SES) confirmou mais 43 óbitos entre os dias 13 de outubro e 27 de novembro, elevando para 6.768 mil mortes pela doença.
O total de casos confirmados de novo coronavírus no Estado é de 318.936, com 292.401 recuperados (92% dos casos).
Na sexta-feira (27), o Rio Grande do Sul superou pelo terceiro dia consecutivo as internações por Covid-19. A análise semanal do Jornal do Comércio do quadro da pandemia no Estado aponta um expressivo crescimento de 13% nas hospitalizações em UTIs pela doença na última semana. 
Diante da alta de internações e UTIs lotadas, os hospitais Moinhos de Ventos e Mãe de Deus, na Capital, anunciaram restrições nos atendimentos, assim como o Dom João Becker, em Gravataí.  
O agravamento dos indicadores da pandemia no Estado deixaram, pela primeira vez, o mapa prévio do distanciamento controlado adotado pelo governo gaúcho com todas as regiões vermelhas. A classificação em bandeira vermelha indica alto risco de contágio para o novo coronavírus.
A prefeitura de Porto Alegre publicou um novo decreto nesta sexta proibindo a realização de eventos sociais, como festas de casamento e aniversários, a partir da próxima segunda (30). A medida foi tomada pela prefeitura para evitar que sejam necessárias mais restrições da atividade econômica, a exemplo de limitação de horário ou mesmo o fechamento do comércio e de bares e restaurantes.
Comentários CORRIGIR TEXTO