Porto Alegre, quarta-feira, 18 de novembro de 2020.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
quarta-feira, 18 de novembro de 2020.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Saúde

- Publicada em 20h23min, 18/11/2020.

Brasil tem 756 mortes por Covid-19 e Rio Grande do Sul tem 43 novos óbitos

No total são 126.230 mortes registradas e 4.121.203 pessoas contaminadas no Brasil

No total são 126.230 mortes registradas e 4.121.203 pessoas contaminadas no Brasil


Camila Surian/Arte/JC
O Brasil teve nas últimas 24 horas o registro de 756 novas mortes por Covid-19 e 34.091 novos casos da doença. Os dados estão na atualização diária do Ministério da Saúde divulgada na noite desta quarta-feira (18).
O Brasil teve nas últimas 24 horas o registro de 756 novas mortes por Covid-19 e 34.091 novos casos da doença. Os dados estão na atualização diária do Ministério da Saúde divulgada na noite desta quarta-feira (18).
No total, o número de mortes em consequência da pandemia do novo coronavírus chegou a 167.455. Na terça-feira (18), o sistema registrava 166.699 óbitos pela doença. Há 2.173 mortes em investigação.
O número de casos acumulados desde o início da pandemia atingiu 5.945.849. Ontem, o sistema de dados do Ministério da Saúde trazia 5.911.758. Ainda conforme o balanço da pasta, há 388.531 pacientes em acompanhamento e 5.389.863 pessoas se recuperaram da doença.
No Rio Grande do Sul foram contabilizados mais 43 óbitos associados à Covid-19. Elevando para 6.356 o total de mortes, segundo a Secretaria Estadual de Saúde (SES). Também foram 4.025 novos registros da doença nas últimas 24 horas, totalizando 287.204 gaúchos infectados. Dos registros totais, 264.767 já se curaram da doença.
Os estados com mais mortes pela Covid-19 são: São Paulo (40.927), Rio de Janeiro (21.698), Minas Gerais (9.605), Ceará (9.461) e Pernambuco (8.873). As unidades da Federação com menos óbitos pela doença são Roraima, Acre (709), Amapá (783), Tocantins (1.411) e Rondônia (1.511).
Comentários CORRIGIR TEXTO