Porto Alegre, sábado, 11 de julho de 2020.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
sábado, 11 de julho de 2020.
Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Saúde

11/07/2020 - 18h53min. Alterada em 11/07 às 19h31min

Rio Grande do Sul soma 948 mortes por coronavírus e mais de 39 mil casos confirmados

Das mortes informadas neste sábado na Capital, duas foram de pacientes internados no São Lucas

Das mortes informadas neste sábado na Capital, duas foram de pacientes internados no São Lucas


Gilson Oliveira/Palácio Piratini/Divulgação/JC
A Secretaria Estadual da Saúde (SES) confirmou neste sábado (11) mais 24 óbitos pelo novo coronavírus, ocorridos entre os dias 05 e 11 deste mês, chegando a 948 mortes. Na sexta-feira (10), foram confirmadas 49 novos óbitos pela doença, um recorde diário.
A Secretaria Estadual da Saúde (SES) confirmou neste sábado (11) mais 24 óbitos pelo novo coronavírus, ocorridos entre os dias 05 e 11 deste mês, chegando a 948 mortes. Na sexta-feira (10), foram confirmadas 49 novos óbitos pela doença, um recorde diário.
O total de casos de Covid-19 confirmados no Rio Grande do Sul é de 39.328 e o número de recuperados está em 32.342.
Em Porto Alegre, a Secretaria Municipal da Saúde confirmou mais quatro mortes por Covid-19 neste sábado, totalizando 157 óbitos pela doença na cidade. As mortes foram de uma mulher de 87 anos, internada no hospital São Lucas, paciente com insuficiência cardíaca e hipertensão; homem de 63 anos que também estava internado no São Lucas e tinha hipertensão, obesidade e diabetes e um homem de 58 anos que estava internado na UTI do Hospital Conceição e era paciente com insuficiência cardíaca e histórico de câncer gástrico. Também foi confirmada a morte de uma mulher de 71 anos, residente de Porto Alegre mas que estava internada na UTI do hospital de Viamão. Ela tinha hipertensão e cardiopatia.
Comentários CORRIGIR TEXTO