Porto Alegre, sábado, 18 de julho de 2020.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
sábado, 18 de julho de 2020.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Cultura

- Publicada em 11h11min, 03/07/2020. Alterada em 11h18min, 03/07/2020.

Encontro Respeita a Cultura RS ocorre nesta sexta-feira, a partir das 18h pela internet

Debate virtual será intercalado com apresentações culturais e se estende até às 22h

Debate virtual será intercalado com apresentações culturais e se estende até às 22h


/REPRODUÇÃO/JC
Adriana Lampert
Vitória histórica da classe artística, a sanção da Lei Aldir Blanc (1075/2020 ) que concederá até R$ 3 bilhões em ações emergenciais para a área da cultura enquanto durar a pandemia do novo coronavírus não significa o fim da luta do setor. A liberação dos recursos que há anos estavam parados no Fundo Nacional de Cultura ainda pode demorar porque o presidente Jair Bolsonaro editou uma medida provisória definindo que os prazos serão estabelecidos por regulamentação do governo (retirando o prazo de pagamento fixado e fixando a devolução, caso não sejam usados em até seis meses).
Vitória histórica da classe artística, a sanção da Lei Aldir Blanc (1075/2020 ) que concederá até R$ 3 bilhões em ações emergenciais para a área da cultura enquanto durar a pandemia do novo coronavírus não significa o fim da luta do setor. A liberação dos recursos que há anos estavam parados no Fundo Nacional de Cultura ainda pode demorar porque o presidente Jair Bolsonaro editou uma medida provisória definindo que os prazos serão estabelecidos por regulamentação do governo (retirando o prazo de pagamento fixado e fixando a devolução, caso não sejam usados em até seis meses).
Por conta deste impasse, trabalhadores e trabalhadoras da cultura, gestores municipais, Conselhos Municipais de Política Cultural e legislativos municipais participam hoje de uma videoconferência promovida pelo Fórum de Ação Permanente pela Cultura, que inicia às 18h e segue até às 22h. Denominada WebEncontro Respeita a Cultura, a reunião virtual tratará da liberação imediata dos recursos (que vem sendo reivindicada nas redes sociais com a #PagueJá) e a garantia da participação popular no processo de implementação da Lei junto a estados e municípios.
Segundo parlamentares que participam da live, o Rio Grande do Sul tem previsto para receber R$ 69 milhões e no caso de Porto Alegre devem ser repassados R$ 9,2 milhões, distribuídos em R$ 600,00 de auxílio emergencial aos profissionais do setor e de R$ 3 mil a R$ 10 mil a espaços culturais, micro e pequenas empresas culturais, cooperativas, instituições e organizações culturais comunitárias que tiveram suas atividades interrompidas devido às medidas de isolamento.
O debate contará com as falas da presidente da Comissão de Educação e Cultura da Assembleia Legislativa do Estado, Sofia Cavedon (PT), das deputadas federais Maria do Rosário (PT) e Fernanda Melchionna (PSol) e da ex-deputada federal Manuela D´Ávila (PCdoB) ainda com representantes de comunidades quilombolas, indígenas, Pontos de Cultura, espaços culturais independentes e entidades das artes cênicas. No intervalo de cada debate (serão seis falas, com blocos de 21 minutos), haverá apresentação de artistas locais, com poesia ou música. Entre os nomes confirmados, estão Nei Lisboa, Henrri Lentino e Nanci Araújo. O link para ingressar na reunião será divulgado na página de Facebook do Fórum de Ação Permanente da Cultura (https://www.facebook.com/ForumAcaoCultura/), de onde o encontro também será transmitido ao vivo.
Comentários CORRIGIR TEXTO