Porto Alegre, terça-feira, 19 de maio de 2020.
Dia Nacional da Defensoria Pública.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
terça-feira, 19 de maio de 2020.
Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

CORRIGIR

Saúde

Notícia da edição impressa de 19/05/2020. Alterada em 18/05 às 21h03min

Capital atinge o maior número de pacientes com Covid-19 em UTIs

Números vêm crescendo na semana e bateram o recorde nesta segunda-feira

Números vêm crescendo na semana e bateram o recorde nesta segunda-feira


SILVIO AVILA/AFP/JC
O visível aumento de pessoas circulando nas ruas de Porto Alegre, com os parques e praças da Capital cheios no fim de semana e a gradual abertura do comércio na cidade, impactaram no quadro da pandemia do novo coronavírus na cidade. Nesta segunda-feira (18), a Capital atingiu o maior número de pacientes internados em Unidades de Tratamento Intensivo (UTIs) em razão da doença desde o início da pandemia na cidade.
O visível aumento de pessoas circulando nas ruas de Porto Alegre, com os parques e praças da Capital cheios no fim de semana e a gradual abertura do comércio na cidade, impactaram no quadro da pandemia do novo coronavírus na cidade. Nesta segunda-feira (18), a Capital atingiu o maior número de pacientes internados em Unidades de Tratamento Intensivo (UTIs) em razão da doença desde o início da pandemia na cidade.
Conforme monitoramento em tempo real da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), eram 45 pessoas hospitalizadas em leitos de UTI na cidade na noite desta segunda-feira. O número ultrapassa as 44 pessoas em leitos intensivos no sábado, dia 16 e pode indicar o início de um pico da Covid-19 na Capital.
Além dos 45 pacientes com diagnóstico confirmado em UTIs, havia outras 32 pessoas com sintomas respiratórios e suspeita de contaminação pelo novo coronavírus também internadas em unidades intensivas. Já são 24 as vítimas fatais da doença na cidade desde que o primeiro caso foi registrado, no dia 8 de março. A primeira morte na cidade se deu no dia 20 de março. Somente ontem, foram três novas mortes confirmadas na Capital.
Comentários