Porto Alegre, segunda-feira, 06 de abril de 2020.

Jornal do Comércio

Porto Alegre, segunda-feira, 06 de abril de 2020.
Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

CORRIGIR

Varejo

06/04/2020 - 19h39min. Alterada em 06/04 às 19h42min

Clientes com máscara não precisam pegar fila para entrar no Mercado Público

O controle é para evitar aglomerações e contaminações no local durante a Semana Santa

O controle é para evitar aglomerações e contaminações no local durante a Semana Santa


ANSELMO CUNHA/JC
Pessoas que estiverem usando máscaras de proteção não precisarão pegar fila para entrar no Mercado Público no Centro de Porto Alegre. O acesso ao local está sendo controlado para evitar aglomerações e contaminações durante a Semana Santa, quando acontece um aumento nas vendas de peixe.
Pessoas que estiverem usando máscaras de proteção não precisarão pegar fila para entrar no Mercado Público no Centro de Porto Alegre. O acesso ao local está sendo controlado para evitar aglomerações e contaminações durante a Semana Santa, quando acontece um aumento nas vendas de peixe.
{'nm_midia_inter_thumb1':'', 'id_midia_tipo':'2', 'id_tetag_galer':'', 'id_midia':'5c6f03d777ac4', 'cd_midia':8634598, 'ds_midia_link': 'https://www.jornaldocomercio.com/_midias/gif/2019/02/21/banner_whatsapp_280x50px_branco-8634598.gif', 'ds_midia': 'WhatsApp Conteúdo Link', 'ds_midia_credi': 'Thiago Machado / Arte JC', 'ds_midia_titlo': 'WhatsApp Conteúdo Link', 'cd_tetag': '1', 'cd_midia_w': '280', 'cd_midia_h': '50', 'align': 'Center'}
Além do controle na entrada de pessoas, o decreto publicado na sexta-feira (3) pelo prefeito Nelson Marchezan Jr autorizou a abertura durante 24 horas das lojas, podendo oferecer serviços de tele-entrega ou take away. No entanto, segundo a Associação do Comércio do Mercado Público Central, as peixarias estão funcionando até as 21h, devido ao afastamento de funcionários idosos ou quem tem doenças crônicas.