Porto Alegre, terça-feira, 31 de março de 2020.
Dia da Integração Nacional. Dia da Saúde e Nutrição.

Jornal do Comércio

Porto Alegre, terça-feira, 31 de março de 2020.
Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

CORRIGIR

Saúde

30/03/2020 - 21h45min. Alterada em 31/03 às 16h25min

RS soma 4 mortes e 273 casos de Covid-19; Caxias do Sul e Bagé têm salto de registros

Porto Alegre teve 18 novos casos e chega a 162 registros; há 147 suspeitos em investigação

Porto Alegre teve 18 novos casos e chega a 162 registros; há 147 suspeitos em investigação


CAMILA SURIAN/ARTE/JC
Esta segunda-feira (30) foi marcada por novas mortes por complicações do coronavírus no Rio Grande do Sul, elevando a quatro óbitos por Covid-19, e ainda pelo salto nos casos de duas cidades: Caxias do Sul e Bagé, segundo o mapa da Secretaria Estadual da Saúde. Porto Alegre mantém a escalada, acrescentando mais 18 novos registros, alcançando agora 162 casos.
Esta segunda-feira (30) foi marcada por novas mortes por complicações do coronavírus no Rio Grande do Sul, elevando a quatro óbitos por Covid-19, e ainda pelo salto nos casos de duas cidades: Caxias do Sul e Bagé, segundo o mapa da Secretaria Estadual da Saúde. Porto Alegre mantém a escalada, acrescentando mais 18 novos registros, alcançando agora 162 casos.
{'nm_midia_inter_thumb1':'', 'id_midia_tipo':'2', 'id_tetag_galer':'', 'id_midia':'5c6f03d777ac4', 'cd_midia':8634598, 'ds_midia_link': 'https://www.jornaldocomercio.com/_midias/gif/2019/02/21/banner_whatsapp_280x50px_branco-8634598.gif', 'ds_midia': 'WhatsApp Conteúdo Link', 'ds_midia_credi': 'Thiago Machado / Arte JC', 'ds_midia_titlo': 'WhatsApp Conteúdo Link', 'cd_tetag': '1', 'cd_midia_w': '280', 'cd_midia_h': '50', 'align': 'Center'}
As mortes ocorreram em Porto Alegre (duas, de idosos de 91 anos e 88 anos), na semana passada, e Novo Hamburgo, com o óbito de uma idosa de 84 anos no sábado e confirmado nesta segunda e de um dos donos da Sucos Petry, Luiz Alberto Anschau, de 60 anos, nesta segunda.
O mapa dos registros no Rio Grande do Sul mostra 273 notificações. O número já computa os novos casos de Porto Alegre, que chegou a 162 nesta segunda, com 18 novos registros divulgados pela Secretaria Municipal de Saúde no Twitter.
Além disso, a Capital tem 147 suspeitas, 85 a mais do que havia no domingo, quando 62 pessoas eram investigadas para a doença. Já 24 infectados já se recuperaram, desde o começo da pandemia. Até agora 460 suspeitas foram descartadas. 
No mapa estadual, a Capital ainda aparece com 143 casos. A diferença ocorre porque o Estado capta somente exames do Lacen, e a Capital tem mais laboratórios que processam resultados. Os dados são repassados ao Estado, mas leva um tempo para uniformizar a estatística.
No interior, chama a atenção Caxias do Sul, a maior cidade da serra gaúcha, que soma 16 casos - dobro frente ao fim de semana, segundo a prefeitura da cidade em post no Twitter. No acompanhamento estadual, a cidade está com 13, após sete novos registros serem inseridos no sistema estadual. Bagé, na Campanha, chegou a 15 pessoas com a Covid-19, quatro a mais em um dia. 
O coronavírus tem infectados em 48 localidades do Rio Grande do Sul. Taquari é o município mais recente a ingressar no grupo, com um caso. 
O Brasil já computou, até a tarde desta segunda, 4.579 casos confirmados da Covid-19 e 159 mortes. O número corresponde a 323 novas confirmações em relação à última atualização, feita domingo (29), dos dados da pandemia no País. Com o novo número, o Rio Grande do Sul passaria ao quinto lugar em casos, atrás de São Paulo (1.517), Rio de Janeiro (657), Ceará (372) e Distrito Federal (312).
Autoridades estaduais e municipais vêm reforçando a tendência de manutenção do isolamento. O governador Eduardo Leite disse que pode revisar para mais medidas. A Famurs vem cobrando mais rigor. O prefeito da Capital, Nelson Marchezan Júnior, já avisou: "Abril será de isolamento".