Porto Alegre, sábado, 17 de outubro de 2020.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
sábado, 17 de outubro de 2020.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Libertadores

- Publicada em 14h12min, 26/03/2020. Atualizada em 14h14min, 26/03/2020.

Conmebol adiantará verbas a clubes de competições paralisadas

Desta forma, terão mais facilidade para controlar suas despesas

Desta forma, terão mais facilidade para controlar suas despesas


JUAN BARRETO/AFP/JC
 A Conmebol anunciou nesta quinta (26) que irá adiantar verbas a clubes que ainda estão disputando a Copa Libertadores da América ou a Copa Sul-Americana, ambas paralisadas em decorrência da pandemia do novo coronavírus. A intenção da entidade é aliviar a situação financeira das equipes.
 A Conmebol anunciou nesta quinta (26) que irá adiantar verbas a clubes que ainda estão disputando a Copa Libertadores da América ou a Copa Sul-Americana, ambas paralisadas em decorrência da pandemia do novo coronavírus. A intenção da entidade é aliviar a situação financeira das equipes.
Em nota, a Conmebol informou que os times poderão "solicitar um adiantamento excepcional de até 60% do prêmio de participação" nos torneios. Desta forma, terão mais facilidade para controlar suas despesas.
"Situações como essa exigem respostas rápidas e excepcionais, com o objetivo tanto de preservar a saúde da grande família do futebol sul-americano quanto para reduzir, na medida do possível, o impacto econômico da interrupção das competições", explicou o presidente da Conmebol, Alejandro Domínguez, em carta dirigida às associações nacionais que integram a confederação.
A Libertadores de 2020 ainda tem sete clubes brasileiros na disputa pelo título: Flamengo, Palmeiras, Athletico, São Paulo, Internacional, Grêmio e Santos. Na Copa Sul-Americana, são apenas dois: Vasco da Gama e Bahia.
Os clubes que quiserem recorrer à prerrogativa devem comunicar a solicitação a cada associação nacional -no caso do Brasil, à CBF. A entidade então irá gestionar com a Conmebol.
Folhapress
Comentários CORRIGIR TEXTO