Porto Alegre, segunda-feira, 30 de março de 2020.

Jornal do Comércio

Porto Alegre, segunda-feira, 30 de março de 2020.
Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

CORRIGIR

Coronavírus

25/03/2020 - 19h28min. Alterada em 30/03 às 17h10min

Empresas que têm colaborado no combate ao novo coronavírus

Na Rasen Bier, produção de cerveja deu lugar à fabricação de álcool em gel

Na Rasen Bier, produção de cerveja deu lugar à fabricação de álcool em gel


Rasen Bier Divulgação JC
Roberta Mello
Atualizada em 30 de março, às 16h33min.
Atualizada em 30 de março, às 16h33min.
A pandemia mundial do novo coronavírus tem gerado um comportamento paradoxal. Ao mesmo tempo em que as pessoas são orientadas a permanecer em suas casas e a abrir mão do convívio social, uma onda de solidariedade e empatia toma conta do País. Além das ações individuais, empresas de diferentes setores também têm buscado maneiras de colaborar.
> Acesse tudo sobre o coronavírus, o que é, contágio, prevenção e situação pelo mundo e no Brasil
Elas têm se engajado tanto através da destinação da sua capacidade produtiva para a produção ou conserto de artigos necessários para enfrentar o Covid-19 quanto a partir de doações diretas de materiais, equipamentos ou quantias em dinheiro para hospitais, organizações sociais e de pesquisa. O Jornal do Comércio selecionou 10 iniciativas locais e nacionais que contribuem com o combate ao novo coronavírus.

Grupo Herval costura aventais e materiais para profissionais da linha de frente

O Grupo Herval, de Dois Irmãos, no interior do Estado, está engajado na costura de aventais e materiais descartáveis para auxiliar os profissionais da saúde local. Os equipamentos de proteção individual descartáveis serão distribuídos gratuitamente para os profissionais da saúde envolvidos no atendimento das pessoas.
Para a prefeita do município da região nordeste do Estado, Tânia Terezinha da Silva, “o momento é de união e muito esforço para superar os reflexos da pandemia”. Tânia agradeceu especialmente aos funcionários da empresa, que se disponibilizaram a costurar os materiais de extrema importância aos profissionais envolvidos na proteção da comunidade.

Rasen Bier para fabricação de cerveja e passa a produzir álcool gel

A produtora de cervejas artesanais Rasen Bier, de Gramado, continua em operação, porém, agora, a produção da bebida deu lugar à de álcool em gel. A fabricação de cervejas foi suspensa temporariamente para que a marca possa usar sua estrutura para suprir a demanda de um dos principais produtos no combate ao coronavírus, que já está em falta em Gramado e região.
A partir do dia 30 de março, a empresa vai doar a maior parte da sua produção para hospitais, profissionais da saúde, asilos e equipes de segurança, como bombeiros e policiais militares. Além das doações, a marca também irá vender a menor parte de sua produção como forma de garantir o emprego de seus 500 funcionários. "Queremos manter todos os nossos colaboradores empregados mesmo com essa crise. Nosso objetivo não é lucrar, apenas manter a fábrica ativa para que nossos funcionários não sofram nenhum impacto dessa recessão econômica", explicou CEO da Rasen Bier, Augusto Schwingel Luz.

Chocolate Lugano faz leilão solidário com lances revertidos a hospital

Ovos de chocolate leiloados foram feitos artesanalmente
Ovos de chocolate leiloados foram feitos artesanalmente
CRISTIANO CARNIEL/LUGANO/DIVULGAÇÃO/JC
A Lugano, marca de chocolates finos de Gramado, decidiu doar nove ovos de 2,5 Kg para serem leiloados em benefício do Hospital Arcanjo São Miguel, no centro de Gramado. Os ovos foram feitos à mão e o valor arrecadado será 100% revertido para a construção da Ala de Doenças Respiratórias do Hospital de Arcanjo São Miguel.
Para participar, é só entrar no blog da empresa e fazer seu lance. O maior valor oferecido leva o ovo. A ação é válida até o dia 30 de março e o valor arrecadado será depositado diretamente na conta da instituição.

Ramarim doa calçados para hospitais públicos de Sapiranga e Nova Hartz

O Grupo Ramarim, que produz calçados da marca homônima e Comfortflex, informou que vai doar unidades para hospitais públicos das cidades onde possui plantas industriais. No Rio Grande do Sul, os municípios de Sapiranga e Nova Hartz têm unidades da empresa.
O objetivo é prevenir a disseminação do vírus COVID-19. O coronavírus pode ser transmitido através de superfícies contaminadas e os cuidados com calçados e roupas são fundamentais para evitar o contágio.
As secretarias de Saúde de cada cidade retiraram os produtos no Grupo Ramarim para realizar a distribuição as profissionais. A principal preocupação é fazer com que as doações cheguem onde realmente são necessárias. Aproximadamente R$ 50 mil em calçados serão doados aos hospitais gaúchos e da Bahia onde o grupo tem fábricas. Todas as unidades estão paralisadas por tempo indeterminado.

Arezzo está produzindo máscaras de proteção

O Grupo Arezzo&Co, conhecido pela produção de bolsas e sapatos, mobilizou fornecedores de tecidos, fábricas e a Secretaria da Saúde do Rio Grande do Sul para produzir 25 mil máscaras de proteção. As máscaras serão distribuídas pelas Secretarias de Saúde em Campo Bom, Novo Hamburgo e pela Secretaria de Saúde do Estado.
Mais de 12 fábricas cederam seus maquinários para um grupo de voluntários produzir o primeiro lote. E um fornecedor de embalagens assumiu a organização em pacotes de 100 unidades. 

Petrobras empresta seus supercomputadores para pesquisas

A Petrobras irá direcionar parte da capacidade de processamento de computadores de alto desempenho (HPC) – os chamados “supercomputadores”, para colaborar com pesquisas de combate ao coronavírus, em parceria com o departamento de Química da Universidade de Stanford, nos Estados Unidos. Além dessa iniciativa, a Petrobras mobilizará seus recursos computacionais de alto desempenho para projetos de pesquisa de universidades brasileiras no combate ao coronavírus.
O objetivo é contribuir com o Projeto Folding@home, coordenado pela instituição norte-americana, dedicado a estudar como o coronavírus se comporta no corpo humano e como a doença evolui. No Brasil, um dos potenciais projetos a ser apoiado é o uso de técnicas de inteligência artificial (deep learning) para auxiliar a diferenciar um Raio-X de uma pessoa com uma gripe normal de um Raio-X uma pessoa com o coronavírus, em parceria com a PUC-Rio e o Senai-Cimatec. O uso desses supercomputadores permite acelerar o tempo das simulações para os pesquisadores chegarem a resultados mais rápidos em suas pesquisas.

Produtores de cachaça se mobilizam para fabricar e doar mais de 70 mil litros de álcool em gel

Produção da bebida tipicamente brasileira vai dar lugar à de álcool em gel em empresas de todo o País
Produção da bebida tipicamente brasileira vai dar lugar à de álcool em gel
ANTONIO PAZ/ARQUIVO/JC
Produtores de cachaça de todo o Brasil já iniciaram a produção de álcool em gel 70% e devem começar a distribuir ainda nos próximos dias as doações aos serviços do Sistema Único de Saúde (SUS). O Rio Grande do Sul será um dos estados beneficiados, além de São Paulo, Rio de Janeiro, Ceará e Alagoas.
O Instituto Brasileiro da Cachaça (IBRAC) informa que a doação inicial será de mais de 70 mil litros de álcool etílico hidratado a 70% feitos por produtores da bebida associados e demais empresas do setor para colaborar no combate ao COVID-19.
Segundo Carlos Lima, diretor executivo do IBRAC, o setor aguardava apenas uma resolução da Anvisa que permitisse a produção. "Na semana passada pleiteamos junto à Anvisa uma autorização, em caráter emergencial e excepcional, para que os nossos associados pudessem produzir, padronizar, envasar, transportar esse álcool". No final de semana passado, a Anvisa publicou uma nota técnica esclarecendo os critérios a serem adotados por todos que queiram produzir e doar álcool a 70% no Brasil.

General Motors lidera força-tarefa para conserto de respiradores no Brasil

A General Motors passou a integrar uma força-tarefa para o conserto de todos os respiradores que não estão funcionando no Brasil, por meio da Iniciativa + Manutenção de Respiradores. A montadora de automóveis se soma ao Ministério da Economia, SENAI, Associação Brasileira de Engenharia Clínica.
A ação tem o intuito de aumentar o número de aparelhos disponíveis para atender pacientes graves infectados pelo vírus Covid-19. Até o momento, já foram mapeados mais de 33 mil respiradores que não estão em operação, mas estima-se que o número pode ser ainda maior. O objetivo é consertar 100% dos aparelhos fazendo todo o processo de buscar nos hospitais, levar até uma fábrica mais próxima, consertar com a mão de obra técnica voluntária treinada pelo SENAI e, depois de consertado, retornar ao hospital de origem para ser usado no combate ao Covid-19.

Gerdau e Ambev unem forças para construir hospital público em São Paulo

Diante do crescente aumento na demanda da rede pública de saúde no atendimento aos casos suspeitos e confirmados de COVID-19 no Brasil, a Prefeitura de São Paulo e a Ambev uniram esforços com a Gerdau e o Hospital Israelita Albert Einstein para construir um novo Centro de Tratamento para a COVID-19, com 100 leitos que atenderão o público exclusivamente pelo Sistema Único de Saúde (SUS). Em 20 dias, serão entregues os primeiros 40 leitos de uma nova área anexa ao Hospital Municipal M’Boi Mirim – Dr. Moysés Deutsch, em São Paulo, onde o Einstein já é responsável pela gestão
O total de 100 leitos será finalizado até 30 de abril. A unidade de saúde, posteriormente, será entregue à Prefeitura de São Paulo e passará a integrar a rede pública de saúde do município.

Marfrig passa a fabricar e distribuir álcool em gel

A Marfrig, do setor de proteína animal, iniciará a produção de álcool gel em sua unidade de Promissão, no interior de São Paulo, onde tem uma fábrica de produtos de limpeza. Agora, a unidade será destinada à produção de 10 toneladas mensais do líquido.
O primeiro lote será distribuído para as 12 unidades da companhia instaladas no Brasil. Os lotes seguintes serão destinados aos 18 mil colaboradores da Marfrig no País e doados para instituições assistenciais e hospitais localizados nas cidades nas quais a companhia atua. A Marfrig também anunciou a doação de 7,5 milhões de reais para o Ministério da Saúde para a compra de 100.000 testes rápidos para diagnosticar o novo Coronavírus.

O Boticário doa 1,7 tonelada de álcool gel à Secretaria Municipal da Saúde de Curitiba

A empresa de produtos de higiene e cosméticos O Boticário doou 1,7 tonelada de álcool em gel para a Secretaria Municipal de Saúde de Curitiba, no Paraná. O produto faz parte da linha Cuide-se Bem e vem sendo utilizado na higienização pessoal como medida de prevenção ao contágio do coronavírus.

Natura redireciona fábricas para produção de itens essenciais de higiene

A Natura &Co América Latina anunciou que, desde terça-feira (24), os colaboradores de suas fábricas na região se dedicarão, gradativamente, a produzir apenas itens essenciais de higiene pessoal, além de álcool em gel e líquido.
Temporariamente, a empresa deixará de fabricar linhas como maquiagem e perfumaria. Ao usar o critério de essencialidade para limitar as operações de produção e logística, a empresa busca manter em casa um número ainda maior de colaboradores.

Mary Kay destina verba de seu instituto a FioCruz e Fala Mulher

A marca de cosméticos Mary Kay tomou a decisão de usar parte da verba do Instituto Mary Kay - que tem como maior objetivo apoiar causas que combatem a violência contra a mulher, além de apoiar mulheres e crianças que sofrem violência doméstica - para fazer uma grande doação para a FioCruz - Fundação Oswaldo Cruz, que atualmente é a Instituição de Ciência e Tecnologia em Saúde com maior destaque da América Latina. O ato permitirá a fabricação de cerca de 5 milt estes modernos, com resultados rápidos, do Covid-19, que serão distribuídos por hospitais públicos em todo o Brasil.
Além disso, a marca está realizando uma doação adicional para a Associação Fala Mulher, para que possam comprar os materiais necessários de prevenção (como álcool em gel, luvas e máscaras) garantindo a continuidade do atendimento às mulheres vítimas de violência doméstica. Desde sua fundação, em 2004, a Associação já atendeu mais de 25 mil mulheres vítimas de violência doméstica, desenvolvendo ações para coibir a violência contra a mulher, e atuando diretamente na garantia e defesa dos direitos humanos de mulheres, crianças adolescentes, adultos e idosos.

Magazine Luiza destina R$ 10 milhões para combate à Covid-19

As famílias Trajano e Garcia, controladoras do Magazine Luiza, maior plataforma digital de varejo do país, anunciaram que vão doar R$ 10 milhões em equipamentos e outros itens que serão usados no tratamento das vítimas brasileiras da pandemia de Covid-19 . O valor está sendo destinado à compra de respiradores artificiais, leitos, colchões e travesseiros para equipar hospitais públicos e filantrópicos de todo o País.
Já foram doados monitores cardíacos para o Hospital Emílio Ribas, de São Paulo, centro de referência nacional em infectologia, e ventiladores pulmonares para uma unidade do Sistema Público de Saúde (SUS) localizada na Vila Guilherme, bairro onde fica a sede do Magalu, na cidade de São Paulo, e para a Santa Casa da cidade de Franca, no interior do estado.
Por meio da Communitas, organização da sociedade civil que promove parcerias entre os setores público e privado, as famílias Trajano e Garcia destinaram R$ 2 milhões para compra de ventiladores pulmonares para o estado de São Paulo. Um milhão de reais foi doado para a Amigos do Bem, Ong que trabalha para a melhoria das condições de vida de populações carentes no sertão nordestino.