Porto Alegre, segunda-feira, 23 de março de 2020.
Dia Mundial do Meteorologista.

Jornal do Comércio

Porto Alegre, segunda-feira, 23 de março de 2020.
Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

CORRIGIR

Governo Federal

Alterada em 23/03 às 19h18min

Bolsonaro muda o tom, parabeniza governadores e pede união contra coronavírus

No domingo, o presidente havia afirmado que "o povo saberá que foi enganado por esses governadores"

No domingo, o presidente havia afirmado que "o povo saberá que foi enganado por esses governadores"


ISAC NÓBREGA/PR/JC
Em videoconferência nesta segunda-feira (23) com governadores do Nordeste, que em sua grande parte compõem bloco de oposição ao governo federal, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) mudou o tom de enfrentamento e adotou um posicionamento conciliador.
Em videoconferência nesta segunda-feira (23) com governadores do Nordeste, que em sua grande parte compõem bloco de oposição ao governo federal, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) mudou o tom de enfrentamento e adotou um posicionamento conciliador.
> Acesse tudo sobre o coronavírus, o que é, contágio, prevenção e situação pelo mundo e no Brasil
Ele chegou a parabenizá-los pela cooperação e entendimento e falou da necessidade de união neste momento. Disse ainda que queria estabelecer diálogo com todos os estados. No domingo (22), o presidente havia afirmado: "O povo saberá que foi enganado por esses governadores e por grande parte da mídia nessa questão do coronavírus".
{'nm_midia_inter_thumb1':'', 'id_midia_tipo':'2', 'id_tetag_galer':'', 'id_midia':'5c6f03d777ac4', 'cd_midia':8634598, 'ds_midia_link': 'https://www.jornaldocomercio.com/_midias/gif/2019/02/21/banner_whatsapp_280x50px_branco-8634598.gif', 'ds_midia': 'WhatsApp Conteúdo Link', 'ds_midia_credi': 'Thiago Machado / Arte JC', 'ds_midia_titlo': 'WhatsApp Conteúdo Link', 'cd_tetag': '1', 'cd_midia_w': '280', 'cd_midia_h': '50', 'align': 'Center'}
 
Durante a videoconferência, não houve momentos de tensão. Governadores nordestinos avaliaram o encontro virtual como uma reunião técnica em que o tom institucional e respeitoso foi mantido do início até o fim.
O presidente falou da importância de padronização dos decretos para enfrentar a doença. Ao ser questionado pelo governador do Ceará, Camilo Santana (PT), o governo federal assegurou a ampliação do Bolsa Família.
"Falei da importância da necessidade de o governo federal assumir a condução do processo. Ele escutou os governadores e atendeu a todas as nossas colocações. Saí bastante otimista. É preciso agilizar as ações. Uma coisa é a decisão, outra é fazer acontecer", disse o governador da Paraíba, João Azevêdo (Cidadania).
Nesta segunda-feira, o presidente também anunciou uma série de medidas para auxiliar governos locais durante a pandemia.
O pacote inclui a suspensão da dívida de estados com a União no valor de R$ 12,6 bilhões.