Porto Alegre, terça-feira, 24 de março de 2020.

Jornal do Comércio

Porto Alegre, terça-feira, 24 de março de 2020.
Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

CORRIGIR

Saúde

Notícia da edição impressa de 24/03/2020. Alterada em 23/03 às 21h14min

Nutricionistas indicam alimentos que podem ajudar na imunidade

Para nutricionista, produtos que contenham zinco, como ovos, leite e carnes vermelhas, fazem a diferença

Para nutricionista, produtos que contenham zinco, como ovos, leite e carnes vermelhas, fazem a diferença


/JAY DIRECTO/AFP PHOTO/JC
Gabriela Porto Alegre
Diante da pandemia do novo coronavírus (covid-19), especialistas alertam sobre a importância de uma alimentação saudável, uma vez que a adoção de novos hábitos pode auxiliar na melhora das defesas do organismo.
Diante da pandemia do novo coronavírus (covid-19), especialistas alertam sobre a importância de uma alimentação saudável, uma vez que a adoção de novos hábitos pode auxiliar na melhora das defesas do organismo.
De acordo com a nutricionista Susane Wolfarth, por mais que não existam alimentos próprios para o combate específico deste vírus, há alternativas que podem contribuir para o sistema imunológico. No entanto, a especialista reforça não será um alimento específico ou um suplemento que melhorará a imunidade se o contexto geral da alimentação também não for favorável.
"É importante que se mantenha o consumo adequado de água e reduza o consumo de alimentos ultraprocessados. E, mais do que isso, que se dê preferência para proteínas de boa qualidade, como carnes e ovos, frutas e vegetais variados, além do arroz e feijão, que é uma combinação bastante nutritiva. Essas são opções ricas em vitaminas e minerais, tudo o que se precisa para reforçar a saúde nesse momento", afirma.
Para Susane, uma alimentação que contemple os principais nutrientes, como o zinco (presente nos ovos, leite e nas carnes vermelhas), o ferro (presente nas leguminosas como feijão e nos vegetais verdes escuros), selênio (encontrado na castanha-do-brasil e em frutos e hortaliças) e vitaminas A, C e D, faz toda a diferença. "É muito importante que se dê preferência aos alimentos naturais antes de pensar em suplementação", pontua.
A também nutricionista Mariana Klein Moreira orienta que alimentos industrializados, alcoólicos e açucarados sejam evitados, priorizando, assim hábitos saudáveis. "Manter a alimentação mais próxima do natural é o ideal. Por isso, a sugestão é sempre tentar manter o equilíbrio e escolher uma alimentação mais colorida, a fim de garantir a quantidade de nutrientes necessários".
No que diz respeito à alimentação e fortalecimento da imunidade das crianças, a Sociedade Brasileira de Diabetes (SBD) alerta que é preciso planejamento, principalmente nestes dias de quarentena, para evitar um erro comum: o de refeições e lanches com excesso de um grupo de nutrientes e falta de outros importantes. "É fundamental lembrar que as crianças e jovens, independente de terem ou não diabetes, necessitam de uma boa alimentação. Ao considerar este cenário de pandemia, esse cuidado torna-se ainda mais importante, visto que ajuda a manter a imunidade elevada e, nos casos de crianças e jovens com diabetes, evita-se maior vulnerabilidade ao Covid-19", ressalta a coordenadora do departamento de nutrição da SBD, Silva Ramos.
Com a redução da atividade diária - mesmo que seja a atividade escolar, educação física, aulas extras e brincadeiras fora de casa - as crianças e jovens passam a ter uma necessidade menor de alimentos, afirma a Silvia. "Por outro lado, a ansiedade com a situação pode gerar vontade de comer e, por este motivo, mesmo sem aulas a rotina em casa deve ser planejada e se possível com a supervisão de um adulto", complementa.

Alimentos que podem melhorar as defesas do organismo

Mel e própolis

Carne

Ovos

Leite

Feijão

Frutas

Vegetais