Porto Alegre, segunda-feira, 23 de março de 2020.
Dia Mundial do Meteorologista.

Jornal do Comércio

Porto Alegre, segunda-feira, 23 de março de 2020.
Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

CORRIGIR

Governo do Estado

23/03/2020 - 16h04min. Alterada em 23/03 às 17h21min

Eduardo Leite faz live quase meia-noite para agradecer apoios

Governador fez a live na noite de sábado e abordou isolamento social e apoio da sociedade

Governador fez a live na noite de sábado e abordou isolamento social e apoio da sociedade


PATRÍCIA COMUNELLO /ESPECIAL/JC/
Patrícia Comunello
O governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite (PSDB), é um adepto declarado das redes sociais. E vem usando direto o recurso, com lives (ao vivo) no Facebook e no Instagram para repassar as últimas decisões, detalhar as ações, mostrar o engajamento da equipe e interagir com internautas. 
O governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite (PSDB), é um adepto declarado das redes sociais. E vem usando direto o recurso, com lives (ao vivo) no Facebook e no Instagram para repassar as últimas decisões, detalhar as ações, mostrar o engajamento da equipe e interagir com internautas. 
{'nm_midia_inter_thumb1':'', 'id_midia_tipo':'2', 'id_tetag_galer':'', 'id_midia':'5c6f03d777ac4', 'cd_midia':8634598, 'ds_midia_link': 'https://www.jornaldocomercio.com/_midias/gif/2019/02/21/banner_whatsapp_280x50px_branco-8634598.gif', 'ds_midia': 'WhatsApp Conteúdo Link', 'ds_midia_credi': 'Thiago Machado / Arte JC', 'ds_midia_titlo': 'WhatsApp Conteúdo Link', 'cd_tetag': '1', 'cd_midia_w': '280', 'cd_midia_h': '50', 'align': 'Center'}
Na noite desse sábado (21), Leite fez um live em seu perfil pessoal do Instagram quase meia-noite. "Vai ter live em instantes do governador, pelo Instagram", avisa um dos assessores de imprensa do Palácio Piratini. Um pouco depois das 23h, Leite abriu a transmissão ao vivo, com usuários rapidamente entrando no canal.
Ele vestia uma camisa polo azul bem informal. Também mostrou a sala de reuniões onde tem feito conversas com integrantes da equipe de governo, e o cachorro Bento, um schnauzer que "faz companhia", como ele mesmo comentou. O governador citou que ele faz home-office, realidade de milhares de pessoas devido á pandemia, desde que assumir o cargo. "Mesmo local de trabalho é onde moro", completou.   
Na conversa, que ele intercala com citações de posts de pessoas que estão acompanhando a live, o governador reforça as medidas para isolamento social e justifica que são importantes para reduzir as interações presenciais para frear a velocidade de disseminação do vírus.
Decretos baixados desde quinta-feira (19), um deles de calamidade pública, decretada pela primeira vez na história do Estado, fecham estabelecimentos e limitam atividades à aquelas ligadas à saúde e suas demandas e alimentação. 
"Tudo que puder ser parado e cancelado tem de ser cancelado", recomenda com insistência.
A transmissão àquela hora tinha a intenção de fazer agradecimentos. Outras lives ou mesmo vídeos postados no perfil do governo, como no Facebook e YouTube, já vinham detalhando as ações dos últimos dias. 
Leite diz que tem recebido muitas ofertas de empresários para doação de equipamentos para leitos, como respiradores. O item será um dos mais demandados com a escalada de casos que já é dada como certa entre abril e junho. Leite diz que prepara um programa de renda mínima, como uma das medidas na área econômica.
E lembra, sobre o isolamento, como um assunto que não tem como não abordar:
"Não é folga, férias para ir para a praia, não é para curtir", avisa ele, citando a medida que limitar a operação das lojas de conveniência em postos de combustíveis. "Muitos oportunistas neste momento grave fazem aglomeração."
No fluxo de pessoas que estão na live, uma questiona por que funcionários de escolas continuam a trabalhar para preparar a merenda. O governador justificou que tem uma "população que precisa de merenda e que tem revezamento de servidores para garantir a alimentação a crianças que precisam". Mas indicou que a Secretaria da Educação está formas de organizar melhor esta rotina para não expor os funcionários. 
"A situação é absurdamente excepcional", reforça, buscando um espaço de compreensão em quem aproveitou a live para trazer uma preocupação.
"Saiam o mínimo necessário. Fiquem o máximo em casa", retoma Leite, sobre a necessidade de reclusão, soando como um trocadilho. Ele também incentiva que as pessoas ajudem os mais velhos, vejam o que eles precisam para que não tenham de sair. Ainda há muito idoso nas ruas, é uma constatação que muita gente faz.