Porto Alegre, sexta-feira, 20 de março de 2020.
Início do Outono.

Jornal do Comércio

Porto Alegre, sexta-feira, 20 de março de 2020.
Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

CORRIGIR

COMÉRCIO

20/03/2020 - 18h44min. Alterada em 20/03 às 19h35min

Fiscalização municipal fecha 11 bancas do Mercado Público

Somente locais que comercializam alimentos estão liberados no Mercado Público

Somente locais que comercializam alimentos estão liberados no Mercado Público


MARCO QUINTANA/JC
As equipes de fiscalização da prefeitura de Porto Alegre determinaram o fechamento de 11 bancas do Mercado Público na tarde desta sexta-feira (20). A ação foi focada no combate à disseminação do coronavírus e cumprimento do decreto municipal (Decreto 20.512) que estabelece novas regras de funcionamento para o centro de compras.
As equipes de fiscalização da prefeitura de Porto Alegre determinaram o fechamento de 11 bancas do Mercado Público na tarde desta sexta-feira (20). A ação foi focada no combate à disseminação do coronavírus e cumprimento do decreto municipal (Decreto 20.512) que estabelece novas regras de funcionamento para o centro de compras.
Entre as determinações do Executivo municipal estão a redução do horário de funcionamento do Mercado Público e o fechamento parcial de portões. Além disso, apenas estabelecimentos que servem ou comercializam produtos alimentícios têm autorização para funcionamento nesse período. Com base nisso, a fiscalização determinou o fechamento de floras, agropecuárias e lojas de artesanato, além de uma loja de aquários e peixes e uma cachaçaria. Uma banca de suplementos alimentares também foi autuada por funcionar em desacordo com os termos de seu alvará.
{'nm_midia_inter_thumb1':'', 'id_midia_tipo':'2', 'id_tetag_galer':'', 'id_midia':'5c6f03d777ac4', 'cd_midia':8634598, 'ds_midia_link': 'https://www.jornaldocomercio.com/_midias/gif/2019/02/21/banner_whatsapp_280x50px_branco-8634598.gif', 'ds_midia': 'WhatsApp Conteúdo Link', 'ds_midia_credi': 'Thiago Machado / Arte JC', 'ds_midia_titlo': 'WhatsApp Conteúdo Link', 'cd_tetag': '1', 'cd_midia_w': '280', 'cd_midia_h': '50', 'align': 'Center'}
Nenhuma das bancas autuadas sofreram interdição, mas foram orientadas a fecharem as portas em cumprimento às novas regras, que visam evitar aglomerações nos espaços públicos da cidade. Em caso de reincidência os estabelecimentos serão interditados.